Sinopse

"- ...Só que aí você volta, e te amar é tão mais fácil...."

terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

Eu odeio a Miley Cyrus - Capitulo 11


Vamos pelo menos tentar...


Miley Narrando


Depois de tudo que o Nick me disse eu percebi que não dá mais, que não tem mais como existir nada entre nós dois, nem se quer amizade e eu me sinto uma idiota por ter achado que talvez a gente pudesse...é melhor deixar isso pra lá.
Voltei para o quintal e todos já estavam comendo e conversando. Kevin comentou um pouco sobre a sua nova vida de produtor em New York, Joe e Demi falaram sobre seus planos para a lua de mel, eles vão para o Havaí e segundo o Joe o primeiro filho do casal será encomendado por lá.
Até era divertido estar com a família Jonas mais uma vez, eles são todos muito engraçados e gentis comigo, mas me sinto desconfortável quando lembro que eu não estou mais com o Nick e mesmo assim eles continuam a me tratar bem. O Joe e eu sempre fomos amigos próximos então eu não acredito que ele não goste de mim, mas me pergunto se os demais não acham, assim como o Nick, que eu sou uma vadia. A hora do almoço passou depressa, Kevin a esposa e a filha foram para o quarto deles assim como a Demi e o Joe e a Selena foi embora.

– Miley, - Tia Denise me chamou antes que eu deixasse a mesa - Pode me ajudar com a louça??

– Claro tia Denise! - Eu sorri e a ajudei a recolher os pratos.

– Fico sem graça de te pedir isso porque voce é visita, mas é que eu ainda não estou muito habituada a Selena, Danni está tentando convencer a Jenny a dormir e a Demi, bom, ela foi sequestrada pelo meu filho! - Tia Denise disse divertida e eu apenas ri.

– Ta tudo bem, eu ajudo com prazer! - E nós duas continuamos a tirar a mesa. Tia Denise falava sobre a viagem, mas eu nem prestava muita atenção, na verdade tudo que eu conseguia pensar era nas coisas que o Nicholas havia me dito ainda a pouco. E por falar nele, ele nem voltou para almoçar, será que esta com fome? Porque eu to pensando isso, eu nao deveria me importar com aquele idiota!

– Miley?! - Tia Denise me acordou de meus pensamentos, eu a olhei e sorri fingindo que estava prestando atenção desde o inicio - O que houve com você querida? Te achei tão tristinha  na hora do almoço! – Tia Denise comentou enquanto ela lavava os pratos e eu os secava.

– Ah...não, não eu só estou pensativa esses últimos dias. É que estou trabalhando num novo álbum e só tenho cabeça para isso agora...O meu novo Cd! – Menti

– Eu entendo... Mas você esta de férias esse mês, deveria aproveitar e descansar um pouco! - Ela disse sorridente

– Eu sei... Sabe tia, eu tava pensando, agora que a senhora e o tio Paul voltaram pra casa, e também que o Kevin chegou com a esposa e a filha, eu acho que não é muito bom que eu continue morando aqui na sua casa sabe, não quero ser um estorvo! – Eu disse séria.

– Miley, isso é um absurdo! Você, um estorvo?! - Tia Denise pareceu ofendida com o que eu disse - Você sabe que não!

– Tia, sinceramente eu não me sinto bem estando aqui na sua casa, não depois de tudo que houve entre eu e o Nick. A Demi insistiu muito por isso eu aceitei, mas pra falar a verdade eu não queria vir para ! - Eu tentei explicar.

– Você esta me ofendendo agora Miley! – Ela me encarou – Olha, o que houve entre você e o meu filho foi uma fatalidade e realmente uma pena já que eu esperava ver os dois casados um dia, mas que ficou para trás! Eu acho ate bobagem de vocês dois terem perdido uma amizade tão bonita quanto a que vocês tinham por causa disso!

– É tia, talvez até seja mas...

– Mas nada Miley! Você é convidada da Demi e eu faço muito gosto que você continue aqui em casa, não vou permitir que você vá morar em um hotel qualquer quando tem a minha casa, o que a Tish pensaria de mim?!
 Eu apenas sorri. Tia Denise era igualzinha a Demi, acho que ser cabeça dura é requisito básico para ser uma Jonas!!

Nick Narrando.

Eu so saí do meu quarto quando achei que todo mundo ja tinha ido deitar. Fui até a cozinha para comer alguma coisa já que eu não tinha mais tido cara para voltar pro almoço. Só que um pouco antes de eu adentrar o recinto eu escutei uma conversa entre a mamãe e a Miley. Pedi mentalmente a Deus que minha mãe conseguisse convencer a Miley a não ir embora. Eu sei, seria bem mais seguro pra mim se ela fosse mesmo para um hotel, assim eu não a veria mais, mas a verdade é que eu não queria ve-la ir embora, não dinovo, por mais que eu não quisesse admitir eu precisava dela perto de mim.
Quando as duas terminaram aquela conversa dei alguns passos entrando na cozinha.

– Querem ajuda?? - Perguntei me aproximando da pia.

– Ah claro Nick, ajude a Miles a secar os pratos! - Minha mãe disse com um sorriso. Eu peguei um pano de prato e me coloquei ao lado da Miley, que preciso mencionar ainda estava so de biquíni  e comecei a secar os pratos também. - Nick, eu estava aqui conversando com a Miles e acredita que ela está pensando em ir pra um hotel só por causa daquela briguinha boba que voces tiveram há tempos?! - Vi a Miley ficar corada com o comentário "sutil" da minha mãe, Dona Denise Jonas, a discrição em pessoa! - Eu disse a ela que não faz sentido isso, eu por mim voces dois acabavam logo com essa bobagem e faziam as pazes de uma vez, voces sempre foram bons amigos! - Dessa vez eu tambem corei, se eu me lembro bem, nós eramos bem mais que amigos, mas o que houve entre eu e a Miley não é uma coisa que dá simplesmente pra eu passar por cima. Só que eu tambem não posso deixar que ela vá pra um hotel, eu não quero isso... Droga, estou tão confuso!!

– Tia, eu acabei de secar os pratos, será que posso ir pro meu quarto?! - Miley pediu constrangida.

– Claro amor! - Minha mãe disse sorrindo - Qualquer coisa eu peço ajuda ao Nick! - Miley assentiu e já ia se retirar da cozinha - Ah e Miles! - Ela parou e esperou a minha mãe falar - Pense bem querida, pra mim é um prazer te-la aqui em casa, não quero que vá para um hotel!! - Miley me olhou e depois para a minha mãe então sorriu sem graça.

– Eu juro que vou pensar tia... - Foi tudo que ela disse e saiu da cozinha. Minha mãe esperou ela sair e me bateu com o pano de prato.

– Ta vendo só?! - Ela me encarou - É nisso que dá essas birrinhas bobas, Nick voce ja é um adulto, está mais do que na hora de voce perdoar a Miley pra que voces dois possam seguir em frente e serem felizes, sem ficar presos a essas mágoas do passado!! - Mamãe terminou de guardar as louças e subiu para o quarto dela.
Eu fiquei pensando no que a minha mãe disse enquanto eu almoçava, eu sabia que deveria conversar com a Miley, mas me faltava coragem. Quando subi as escadas para o meu quarto eu vi a porta do quarto da Miley entreaberta, ela estava fazendo as malas, ela realmente iria embora... Eu não tinha saída  precisava falar com ela ou teria que ver ela sair de perto de mim mais uma vez.
Bati na porta levemente e fui entrando, Miley estava com os olhos um pouco vermelhos, parecia ter chorado, ela terminava de fechar uma das malas, apenas levantou um pouco os olhos para ver quem tinha entrado no quarto dela e ficou bem surpresa quando viu que era eu.

– Oi, será que eu posso entrar?! - Pedi já passando pela porta - Miley, podemos conversar?

– Achei que não tivesse mais nada pra falar comigo! - Ela retrucou voltando a atenção para sua mala.

– Bom, eu...eu realmente não tenho muito pra falar... - Eu comecei - Eu só vim aqui pedir pra voce ficar Miley! - Miley riu sem humor.

– E quer que eu fique pra que Nick?! - Ela olhou nos meus olhos - Pra continuar implicando comigo como voce sempre faz, ou pra ficar me ofendendo quando der na sua telha, ou quem sabe pra ficar esfregando a sua namoradinha barrela na minha cara?! - Ela disse irritada - Bom, muito obrigada pelo senhor ter vindo até aqui me pedir pessoalmente pra ficar, mas vir pra  foi um erro desde o inicio!

– Olha Miley, eu sei que eu não agi bem com voce e que eu tenho sido bem mal educado ás vezes mas...espera o que a Sel tem haver com essa historia toda?? - Só agora eu me toquei, havia uma grande possibilidade da Miley estar com ciumes.

– E-ela não tem nada haver, é so que eu, eu não vou com a cara dela é so isso!! - Ela disse nervosa e eu sorri

– Olha Miley, eu peço desculpas por tudo que eu te fiz e garanto que eu vou procurar ficar fora do seu caminho, agora quanto a Sel, ela é a minha namorada e não tenho culpa por voce não gostar dela!!

– Ninguem aqui gosta dela! - Miley rebateu

– Eu gosto!

– Bom, voce é o único! - Miley disse revirando os olhos


– Até onde eu sei, nesse caso, a minha opinião é a unica que interessa! - Eu a encarei.

– Bom, voce é bem grandinho, sabe bem o que faz. Eu não vou ficar aqui dando uma de que me importo com voce, até porque eu não me importo! - Miley estava um pouco mais alterada.

– Não se importa mesmo, nunca se importou, nem quando a gente estava junto e foi por isso que voce me traiu com aquele babaca australiano! - Eu disse muito irritado e a Miley arregalou os olhos, ela parecia indignada mas tentou se controlar.

– Ta Nick, eu sei, eu te magoei, eu parti seu coração  eu sou um monstro e voce me odeia! - Ela disse meio que ironicamente - Mas voce precisa mesmo ficar todo tempo jogando isso na minha cara?! Olha ja faz muito tempo desde que tudo aquilo aconteceu entre a gente, não temos mais 16 anos, somos adultos agora, mas voce fica agindo feito criança, tentando me punir por algo eu fiz no passado e se voce quer saber eu ja sofro o bastante com a minha própria consciência e não preciso de voce me lembrando a cada dia dos erros que eu cometi!
Depois de a Miley dizer,  se berrar isso, nós ficamos nos olhando. Ela tinha razão, não teve um so dia que eu não tentei feri-la, magoa-la do mesmo jeito que ela me magoou. Embora eu não quisesse feri-la realmente eu não posso dizer que não gostaria que ela passasse por tudo que eu passei. Talvez fosse só uma vingança boba e infantil realmente, mas eu não podia evitar esse desejo no meu coração. Mas nesse momento eu realmente não queria que ela fosse embora, a Miley me machucou muito e eu ainda tenho uma magoa dela ate hoje mas nada doía mais do que a ideia de ve-la ir embora.

– Olha Miley - Eu a olhei nos olhos, eles estavam marejados - Eu não posso evitar sentir raiva de voce, me desculpe, voce realmente me machucou - Quando eu disse isso vi a Miley deixar as lagrimas escorrerem, eu cheguei mais perto dela e sequei suas lágrimas com a ponta dos meus polegares. - Mas como voce disse não somos mais crianças  podemos pelo menos nos respeitar! - Ela me olhou - Sei lá, podemos evitar as discussões bobas, as brigas... Pela Demi e pela minha mãe! - Eu encarei a Miley tentando lhe oferecer um sorriso amigável - Miley, fique por favor!
Miley ficou um tanto pensativa por alguns minutos mas logo estendeu a mão amigavelmente pra mim.

– Tudo bem, vamos pelo menos tentar! - Ela disse.

– Isso! - Eu segurei sua mão balançando pra cima e para baixo num aperto de mão selando o nosso trato.
(...)
Vários dias se passaram desde o "almoço em família". Agora que faltavam pouco menos de uma semana para o casamento tudo estava ainda mais em alvoroço. Apesar de termos feito as pazes eu mal via a Miley, a Demi ou a minha mãe, elas estavam sempre correndo pra la e pra cã arrumando as coisas do casamento.

– Hey maninho! – Joe me cumprimentou assim que cheguei em casa. Ele estava jogando vídeo game com o Frankie, e pior, estava perdendo!


– Oi Joe, oi pirralho! – Sentei-me no sofá ao lado deles.

– DROGA!! Eu perdi! – Joe.

– Vai pagando Joe, apostamos R$ 20,00 dólares! - Frankie estendeu a mão para que Joe o pagasse.

– Melhor de três!! – Joe berrou e os dois voltaram a jogar.

Depois do Joe perder dinovo e dinovo para o Frankie eu já estava cansado de assistir.

– Ok Joe, você é horrível nesse jogo! – Eu me levantei no sofá. Já rumando em direção a escada.

– Ei Nick espera ai! – Joe veio atrás de mim, não antes de desembolsar R$ 20,00 dólares para o Frankie.

– O que foi cara?! - Eu parei antes de começar a subir as escadas.

– É que eu e uns amigos meus estamos planejando a minha despedida de solteiro surpresa, vai ser hoje a noite! - Joe disse com um largo sorriso.

– Se é surpresa, porque você sabe?! - Perguntei

– Porque eu inventei essa historia de surpresa...É isso que vou dizer a Demi, caso ela descubra!

– Tá, deixa eu ver se eu entendi, você ta organizando sua própria despedida de solteiro e caso a sua futura esposa descubra você vai dizer a ela que eu e os seus amigos organizamos tudo e fizemos uma surpresa pra você?! - Eu encarei o Joseph

– Exatamente!- Joe disse como se isso fizesse algum sentido.

– To fora, vai procurar outro costa larga! - Voltei a subir os degraus da escada.

– Ah Nick, qual é, - Joe me segurou me impedindo de subir os degraus - eu mereço uma despedida de solteiro... Tipo eu vou viver o resto da minha vida com a mesma mulher, tá bem que eu amo a Demi e ela é muito gata, mas...O resto da minha vida é tempo demais! Eu tenho que pelo menos dizer adeus as gatinhas que eu estou deixando para trás!!

– Minha opinião ainda é a mesma Joe, não vou me meter nisso, ainda mais com a sua mulher psicopata, se ela sonhar com isso ao invés de eu ir a um casamento vou acabar indo a um enterro, o seu!!
(...)

Miley Narrando.

– Demi, tem certeza que essa é uma boa idéia?! – Perguntei ainda encarando o espelho. Eu estava vestindo uma roupa tão curta e justa que faziam as roupas da Rihanna e da Katy Perry parecerem descentes.

– Claro que tenho!! Ah mas eu só quero ver a cara do Joseph quando ao invés da coelhinha da play boy quem sair do bolo gigante seja eu!! – Demi furiosa terminava os últimos detalhes de seu plano maquiavélico contra o Joe, na verdade contra a festa de despedida de solteiro do Joe. – Da pra acreditar que aquele canalha estava planejando tudo isso nas minhas costas, ah, mas ele vai ver só uma coisa, Ah se vai!!

– Demi, não acha que estamos indo longe demais?! Você não poderia só ir ate la e armar um barraco?! - Eu sugeri

– NÃO!! Ele merece isso tudo por tentar mentir pra mim!! Já pensou Miley, nos nem casamos e ele já está mentindo descaradamente assim... Quando eu puser as minhas mãos no Joe eu vou, eu vou ARGH!! - Demi estava mesmo possessa de ódio.

– Demi, eu sei que não deveria dizer isso, mas é o Joe, você esperava mesmo que ele não fosse querer uma despedida de solteiro?! - Eu a olhei tentando fazer parecer que isso era óbvio.

– Claro que não néh My, eu sabia que ele ia querer uma despedida de solteiro... Mas ai se fosse só isso eu ia lá e armava um barraco como você disse, mas esse caso é diferente, o cafajeste do Joe mentiu pra mim com aquela historia de " Vou jogar vídeo game com os caras na casa do John!" e isso merece medidas drásticas!! - Demi cruzou os braços.

– Mas voce tambem mentiu pra ele dizendo que iriamos visitar umas "amigas" nossas! - Eu disse isso e a Demi me encarou com aquela cara do tipo " Voce esta do lado de quem afinal??" - Bom, deixa pra lá, você que sabe, eu já to nessa barca furada mesmo e já tow até vestida de coelhinha então vou te ajudar... Me explica dinovo, o que nos vamos fazer?!

Demi sorrindo me abraçou rapidamente, mostrando gratidão por eu estar a ajudando com sua vingança pelo que Joe ainda não tinha nem feito.

– Certo, você vai ficar perto do Joe o tempo todo My, não vai desgrudar dele, para garantir que nem uma daquelas piriguetes encoste um dedinho se quer no MEU JOE!! E enquanto isso eu vou ficar aqui dentro desse bolo gigante só esperando a hora de aparecer lá na festa e tocar o terror!

– Ta certo, mas Demi você só esqueceu uma coisinha, Joe vai me reconhecer assim que me vir! - Eu disse questionando o plano "infalível" da Demi.

– Calminha aí Miley, ele não vai reconhecer nada, eu já providenciei tudo! – Ela disse pegando uma caixa e a entregando em minhas mãos.

– O que é isso?! – Abri a caixa que continha uma peruca com cabelos pretos e bem curtos. – Uma peruca, esse é seu grande plano?! - Eu encarei a Demi quase sem acreditar.

– My, o Joe tem a atenção de um passarinho, ele não vai notar que é você nunca!! – Demi disse segura – Anda, coloca a peruca Miley!

Eu coloquei a peruca e tenho que admitir, eu fiquei bem diferente.

– Viu só, ficou perfeito Miley, nem o Liam te reconheceria assim! – Demi disse já se preparando para entrar no bolo gigante. Ela tinha razão, Liam jamais me reconheceria, até porque na maioria das vezes ele não me reconhece nem quando eu não estou disfarçada! Ajudei a Demi a se esconder no bolo gigante e fiquei terminando de me maquiar e vestir os acessórios da roupa de coelhinha que seria usada por todas as garçonetes da festa do Joe.

Continua...

8 comentários:

  1. Estou viciada nessa fic, embora eu já tenha lido!
    Posta logoo.
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  2. Amy!! Coloquei selinhos pra você no meu Blog http://nileyejemi-oamoraindanaoacabou.blogspot.com.br/2013/02/ola-melhores-leitoras-do-mundo.html :D

    Desculpa não ta comentando a Fic mas to totalmente sem tempo, nem a da Lety to conseguindo tb! Mas juro que logo vou me atualizar e comentar!! ^^
    Bjss :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelos selinhos! *--*
      E tudo bem, quando tiver um tempinho vc passa por aqui!

      Excluir
  3. OMG, ENFIM CONSEGUI LER AQUI! Desculpa não ter comentado no outro, mas é que eu não tive tempo de ler nenhum blog, to me atualizando hoje! hehe
    Eu amei, ta perfeito, tenho que dizer que sou muito emotiva e por isso quase chorei na parte Niley, muito fofo!
    To louca pra ver o que a Demi vai aprontar! kkkkkkkkk eu queria VER a cara do Joseph, mano... também, quem mandou ele mentir! Isso que dá! kkkkkkkkkkkkkk
    Posta logo more, beijos :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah que bom que vc gostou!
      Fico feliz! *--*
      Bjo

      Excluir
  4. TAA MUIIIIIIITO LINDOOOOO VE SE POSTA LOOGO PLEASE, TO VICIADAA
    beeijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode deixar que vou postar o mais rápido possivel!

      Excluir