Sinopse

"- ...Só que aí você volta, e te amar é tão mais fácil...."

sábado, 17 de agosto de 2013

Eu amo a Miley Cyrus - Capítulo 13

EU AMO O LIAM!!

Narrado por Nicholas

Los Angeles, Califórnia, 07:54 AM (Horário Local) Bastidores do Tiffany Show.

– Você entendeu bem né Nick? – Josh me perguntava pela milésima vez enquanto uma maquiadora tentava me matar sufocado com tanto pó compacto.

– Eu já entendi! – Tosse – E acho que já chega né minha filha?! – A moça me olhou um tanto ofendida mas parou o que estava fazendo e graças a Deus por isso!

– Ótimo, ótimo, então está tudo certo... – Ele olhou no relógio de pulso mais uma vez – Você entra em exatamente quatro minutos! – E exatamente nessa hora um dos contra regras do programa bate na porta do camarim.

– Nick Jonas, você já vai entrar, vamos! – Ele praticamente me arrancou da cadeira em que eu estava sentado. Atravessamos um corredor e paramos ao lado de uma das entradas do palco, a Tiffany, uma loira de mais de sessenta anos que não aparentava ter nem quarenta devido a quantidade de plásticas na cara já me esperava sentada em sua poltrona – E você entra em cinco, quatro, três, dois, um! – Ele me empurrou para dentro do cenário e a platéia começou a me aplaudir, dei um tchauzinho e me sentei na poltrona ao lado da poltrona da Tiffany.



– E hoje aqui no Tiffany show temos a ilustre presença de Nick Jonas! – Ela fez um sinal se referindo a mim e logo virou-se para começar a entrevista – Bom dia Nick! – Ela sorriu – É um prazer recebê-lo aqui no meu programa!

–É um prazer estar aqui, Tiffany!

– Oh querido, eu sei! – Ela deu uma risadinha – Bom, mas vamos pular essa parte de cortesia que todo mundo odeia e vamos logo ao que interessa! – Ela lançou um olhar sugestivo para a platéia e depois voltou a me encarar – Nós sabemos que você esta trabalhando em um novo projeto, bom, não tão novo já que se trata do remake de um filme famosíssimo de meados dos anos 90, mas você entendeu – Ela piscou – A parte mais interessante disso é que um passarinho me contou que você e a sua co-estrela nesse projeto, Delta Goodrem, estão vivendo um romance que vai alem das telinhas, você confirma isso Nick?

Eu sabia que chegaríamos a esse tipo de pergunta uma hora ou outra, tudo bem que eu não esperava que fosse ser logo assim de cara, mas o que mais eu podia esperar de um programa de fofocas?!
Josh já havia me dado as “instruções” ele e Scotts queriam que eu e Delta fingíssemos que estávamos juntos, só para tornar o filme mais popular e embora eu não gostasse desse tipo de coisa eu não tinha muitas opções...

– Bem... Eu, eu só posso dizer que a Delta e eu somos muito próximos e que está sendo muito bom trabalhar com ela! – Eu sabia o que tinha dito, mas também sabia o que ela tinha entendido...

A entrevista seguiu, Tiffany bem que tentou arrancar mais coisas de mim, mas eu fui me esquivando, até que enfim terminou.

– E esse foi Nick Jonas! – A platéia aplaudiu e eu saí do palco.


– Você foi ótimo Nick! – Josh disse me seguindo, eu estava voltando para o camarim.

– Ah fui, fui sim, um ótimo mentiroso! – Revirei os olhos – De qualquer forma, obrigado!

– É amigo, para se tomar limonada, primeiro é necessário se espremer os limões! – Ele deu uns tapinhas nas minhas costas.

– Acontece que eu não queria ter que fingir um relacionamento! – Bufei – Pelo menos não agora! – Rolei meus olhos, por que hora ou outra meus pensamentos tinham que voltar "nela"?! – Não sei onde eu estava com a cabeça quando aceitei essa proposta maluca, tinha que ter vindo de você e do Scotts!

– Eu não te entendo Nick, você tá solteiro, a gente não tá te pedindo nada demais, não é pra você casar com a Delta, é só pra sair com ela de vez em quando! – Josh cruzou os braços – Vocês me pareceram ter se dado bem logo de inicio e que eu me lembre você estava bem disposto a colaborar com esse acordo antes de... – Ele parou de falar por um instante, eu sei, isso é quase um milagre! – Ok, eu já entendi! É por causa dela né?! É por que a Miley Cyrus ta aqui  na cidade, não é Nick?!

– Josh... – Eu ate queria dizer que não, mas tava mais do que na cara e eu não consegui negar.

– Nick na boa – Josh caminhou ate mim e colocou a mão sobre o meu ombro – essa garota tá noiva, de casamento marcado e tudo... Eu sei que isso não é da minha conta, mas eu acho meio que loucura tentar fazer alguma coisa agora, é tarde demais pra vocês! – Tudo bem, eu sabia que o Josh tava certo e eu até concordava com ele, mas não era por isso que eu precisava aguentar ouvir essas coisas todas que ele estava me dizendo.

– Josh, me faz um favor – Tirei a mão dele do meu ombro – Me deixa sozinho!

– Mas Nick...

– AGORA! – Berrei, eu não gostava de tratar o Josh desse jeito, mas eu também nem queria ter tocado nesse assunto agora, eu não estava com cabeça pra pensar na porcaria de noivado da Miley... 

Nem nela!

Derrepente vi meu celular apitar sobre a bancada do camarim, era uma ligação do meu irmão Joe.

Narrado por Joe

Dallas, Texas 08:017 AM (Algumas horas atrás) Mansão da família Jonas.

Eu ainda estava bocejando, detesto acordar cedo, mas como a Demi já deve ter saído para a galeria e eu era o único adulto responsável na casa eu precisava assumir o controle da situação.
Descia as escadas que davam para a sala de casa lentamente quando ouvi a voz da Demi, mas estava chorosa.

– Tudo bem, está certo mãe, vou ver o que posso fazer! – Mãe? O que poderia estar havendo com a senhora Lovato? Corri alguns degraus e acabei flagrando Demi ao telefone com lagrima nos olhos. Quando ela me viu tentou prender o choro, mas não conseguiu – Mãe o Joseph acordou, vou ter que desligar agora mas daqui a pouco eu retorno a ligação ta bem?! Tchau!

– Demi, o que houve? Por que você está chorando? – Ela não me respondeu, apenas colocou o telefone de volta no gancho – Demi? – Cheguei mais perto dela e Demi me abraçou forte, quase que desesperadamente deixando suas lagrimas molharem meu pijama padronizado dos bananas de pijama edição limitada, e se você está se perguntando, sim, eu sou um grande fã!

– Amor, o meu padrasto! – Ela me olhou – Ele está muito mal, está internado numa U.T.I, mamãe está desesperada e não sabe mais o que fazer, você sabe como ela é sensível para esse tipo de coisa, na época que eu estive na reabilitação ela quase enlouqueceu, tenho medo do que possa acontecer agora, Patrick é tudo que ela tem! – Eu sabia que essa situação era difícil para Demi também, ela sempre gostou muito do padrasto, afinal foi ele quem a criou e ele sempre a tratou como uma filha realmente.

– Fica calma amor, eu sei que vai dar tudo certo! – Abracei a minha pequena – Olha só, a gente vai pra New Jersey amanhã, assim você ajuda a sua mãe com o Patrick e ainda cuida dela melhor, tenho certeza que com você lá ela não vai fazer nenhuma loucura!

– Obrigada amor! – Ela sorriu, mas logo o sorriso se desfez – Mas temos um problema, não podemos deixar as crianças sozinhas aqui em casa e nessa época do ano é quase impossível arrumar uma babá. Também não dá pra levá-los para um hospital...

– Fica calma Dems, vamos pensar em alguma coisa!

(...)

– O que? Mas nem pensar! – Demi protestou assim que ouviu a minha ideia.

– Ah, ele já cuidou da Mell uma vez, lembra? – Acho que eu não deveria ter relembrado esse episódio para a Demi.

– Lembro, aliás, eu lembro muito bem dele ter quase matado a nossa filha intoxicada! – Ela esperneou.

– Demi é uma emergência, e não temos outra escolha. Além do mais ele é a nossa única opção, tenho certeza que ele não vai recusar! – Tudo bem, eu não tinha tanta certeza assim, mas eu tinha que passar confiança.

– Mas ele é um irresponsável! Se for pra deixar as crianças com ele é melhor logo deixá-las sozinhas e com uma placa escrito “Esqueceram de mim”!

– Demi, amorzinho, não seja tão dramática tá bem?! Eu vou ligar... – Tirei o telefone do gancho.

Ligação On

– Alo? - Ele atendeu

– Oi mano! Er, é o Joe!

– Eu sei Joe, o meu celular tem identificador de chamada, o que você quer?

– Credo Nick, isso é o que você pensa de mim?! Que eu só ligo pra te pedir alguma coisa?! Eu posso ter ligado só pra saber como você está.

– Mas não ligou, eu te conheço Joe! Fala logo, qual é o galho?

– Tá certo, cara eu to precisando de uma mãozinha, o padrasto da Demi está internado no hospital e nós precisamos ir vê-lo...

– Já sei, e não tem com quem deixar a Mell e querem que eu fique com ela?

– É quase isso! É que não é só a Mell dessa vez. Papai e mame viajaram e deixaram o Frankie em casa e... – Pensei por alguns segundos se eu devia ou não dizer – e tem a Jenny, Kevin e Danni precisaram viajar as pressas e deixaram ela com a gente.

– Nossa quanta criança! – Ele riu, o Nick tava de sacanagem comigo! – Vocês resolveram abrir uma creche é?!

– Nick fala sério, eu não to de brincadeira! Fica com eles cara, é só durante o final de semana!

– Desculpa Joe, mas não vai dar não, eu não posso sair de Los Angeles por enquanto!

– Eu levo eles aí, Nick é a família da Demi, acredite estamos tão desesperados que eu tive que ligar pra você! – Eu sabia que o Nick ainda não estava convencido, mas eu iria fazer o que estivesse ao meu alcance – Vai lá cara, eu to implorando!

–... – Ele suspirou – Ok, trás os pirralhos, mas vou logo avisando, vai ser só durante o final de semana!

– Valew Nick! Amanhã de manhã eu chego aí!

– Ta certo, era só isso? – Ele estava sendo irônico.

– Era sim, mais tarde a gente se fala, vou preparar a Demi psicologicamente pra poder contar que você aceitou! – Eu disse e ele riu – Ela ainda não esqueceu da ultima vez que você tomou conta da Mell! – Da ultima vez, Nick teve preguiça de fazer a mamada da neném e deu pizza pra ela comer...

– Ah vai, a Mell adorou a pizza! – Ele disse rindo

– Pensando melhor, eu vou levar suprimentos o suficiente para o final de semana! Agora vou desligar, tchau!

– Tchau!

Ligação Of

Narrado por Nicholas

Los Angeles, Califórnia, 12:34 AM (Horário Local) Restaurante no centro da cidade.

Eu ainda não tinha acreditado que realmente aceitei cuidar daquela pirralhada, é claro que eles iriam dar um jeito de arruinar meu final de semana, mas eu não podia deixar o Joe na mão, eu acho que ele faria o mesmo por mim...
Eu estava almoçando no meu restaurante preferido. Eu era um cara rotineiro, sempre o mesmo lugar, sempre a mesma comida, não era tão difícil assim me encontrar.
Tomei um baita susto quando vi a Delta entrando pela porta, é claro que ela veio direto se sentar na minha mesa.

– Nick! – Ela se sentou na cadeira a minha frente – Eu não sabia que você almoçava aqui – Mentirosa!

– Pois é, eu quase sempre almoço aqui... – Eu não tinha muito o que dizer a ela, embora a imprensa estivesse tentando fazer parecer que estávamos juntos, nos mal nos conhecíamos.


– Scotts estava me dizendo que queria que passássemos mais tempo juntos, pelo filme... – Ela me olhou – Eu não me importo muito, eu achei que você é bem legal, espero também ter te passado uma boa impressão!

– Ah isso com certeza, você parece ser uma pessoa incrível! – Sorri – É só que eu odeio termos que fingir um relacionamento, sei lá, parece que as pessoas só se importam com isso, não ligam pra se estamos fazendo um bom trabalho ou não, é só a nossa vida pessoal que interessa.

– Concordo totalmente com você, Nick! – Ela começou – Às vezes as pessoas não se importam... – Eu parei de prestar atenção ao que Delta falava quando vi a Miley passar pela porta do restaurante. Ela ainda não tinha prestado tanta atenção ao redor, mas quando se sentou numa mesa, junto com Noah, é claro que ela me viu.

Acabei me lembrando que quem havia me apresentado esse restaurante tinha sido a Miley, e por acaso, esse também era o restaurante favorito dela... Como não imaginei que ela viria aqui?!

– Olha só, a Miley Cyrus por aqui... – Delta me tirou dos meus pensamentos – Fiquei sabendo que ela ia se casar...

– E ela vai! – Disse com um certo desgosto – Com um Australiano, um tal de Liam Hemsworth

– Liam Hemsworth? Nossa, como esse mundo é pequeno! – Ela se riu e tomou um pouco do seu suco - Conheço o noivo dela, estudamos juntos lá na Austrália, ele é um rapaz maravilhoso, um perfeito cavalheiro, pelo visto ela tirou a sorte grande!

Levantei meus olhos e pude ver a Miley comendo uma salada bastante pensativa, já Noah parecia com bastante apetite e terminou a refeição num segundo. Tudo que me passava na cabeça era a minha impotência quanto a esse maldito casamento. Ela não pode se casar com ele, aquele australiano babaca, com tanto homem na face da terra por que ela tinha que justamente escolher um crápula como ele?! Tudo bem, eu não sei muito sobre a vida do Hemsworth, mas sei que esses tipinhos perfeitinhos demais são furada.

– E você, o que pensa a respeito do casamento da Cyrus? Até onde eu sei você e ela são bastante amigos né?! – Enquanto Delta falava Miley pediu sua conta, pagou e seguiu rumo a saída.

– Nem tanto assim, eu diria que ela é apenas mais uma pessoa que eu conheci... – Eu acompanhava com os olhos os movimentos da Miley até a saída – E quanto ao casamento, não acho grande coisa! – Joguei algumas notas sobre a mesa e encarei a Delta – Me faz um favor, pague a conta! – Antes que ela pudesse protestar eu me levantei e segui a passos rápidos até a saída. Me dirigi ainda mais rápido até o estacionamento e foi onde eu vi Miley e Noah seguindo em direção a um Mercedes branco. Sorri quando vi a ironia do destino mais uma vez, ela havia estacionado o carro bem ao lado do meu.

– Oi Nick! – Noah me cumprimentou sorridente, Miley limitou-se a me ignorar totalmente.

– Oi Noah! – sorri pra ela também – E oi pra você também! – Miley somente revirou os olhos e entrou de uma vez no carro.

– Noah, entra no carro! – Ela ia dar a partida.

– Estressadinha! – Noah sussurrou me lançando um breve olhar – Já vou, já vou! – A menina ia entrar no carro, mas parou derrepente – Miles, você está com o meu celular? – Ela perguntou enquanto procurava nos bolsos.

– E por que eu estaria com o seu celular, Noah?! – Miley respondeu irritada, acho que ela tava num daqueles dias.

– Ele não está aqui, acho que esqueci lá no restaurante! – A menina disse sem jeito.

– E posso saber o que você está esperando pra ir lá buscar?! – Miley bufou. Eu tava começando a achar que a Miley bem humorada que eu conheci a minha vida inteira tinha sido trocada por uma gêmea do mal e ranzinza.

– Ok, não precisa ficar brava mana! – Noah rebateu – Eu vou lá buscar e já volto! – E ela saiu em disparada de volta para o restaurante, enquanto isso Miley desceu do carro e fez questão de bater a porta.

Fiquei somente observando-a durante alguns segundos. Miley usava uma blusa preta curta e uma saia de cintura alta com estampa de flores, um cinto de couro preto e sapatilhas da mesma cor do cinto. O cabelo estava preso num coque e ela usava um par de óculos Ray-ban.
*Esse look ao lado

Encostada no capo de seu carro, ela começou a descamar o esmalte das unhas com os dentes, parece que velhos hábitos nunca morrem, ela sempre faz isso quando está nervosa. Me aproximei dela e pude sentir seu perfume, ainda o mesmo, que eu tanto gosto.

– Tá afim de que Jonas?! – Ah é melhor eu não dizer, pode ter criança lendo isso aqui! – Por que não vai embora?!

– Que eu saiba o estacionamento é publico Miley! – Respondi assim e ela bufou virando o rosto.

– Cadê essa menina que não volta?! – Ela murmurou para si mesma.

- Calma, ela já vem. - Disse e ela revirou os olhos, como se até o som da minha voz a irritasse – Ok, agora você já está sendo ridícula. Vai mesmo ficar me ignorando?! - Retruquei um pouco irritado também

- O estacionamento é público mesmo, mas eu não sou obrigada a falar com você! - Ela respondeu naquele tom seco e bastante superior - Achei que eu já tivesse deixado bem claro que nós dois não temos motivo nenhum pra sermos pelo menos corteses um com o outro, então, por favor, some da minha frent...

- Tá bem, se é o que quer, eu saio! - Cortei-a, é incrível como ela tem o dom de me tirar do sério - Voce não tem mesmo que falar comigo, - Concordei - mas alguém no mundo tinha que ter coragem de te dizer, bem nessa sua carinha prepotente, que você está cometendo um erro. - Olhei-a, a palavra "prepotente" a tinha afetado bastante, exatamente como eu imaginei - Talvez o maior erro da sua vida. Você sabia disso, Miley?!– Não pude conter esse questionamento. 

Miley riu.

– Do que você ta falando?! – Ela finalmente me encarou, mas eu não pude ver seus olhos por causa dos óculos – Olha, se for por causa do cigarro, eu to tentando parar tá?! Agora me deixa em paz!

–Eu não tava falando disso, mas fico feliz de saber que você ta tentando largar aquela porcaria! – Suspirei – Eu to falando do casamento Miley, você e aquele cara não tem nada haver, sei lá ele não gosta de nada que você gosta, você nem canta mais!

– O fato de eu não estar mais cantando não tem nada haver com o Liam, foi minha opção! – Ela retrucou

– Eu não acho que você faria uma escolha desse tipo!

– E o que você sabe sobre mim e as minhas escolhas?! Eu mudei Nick, você não me conhece mais!

– Acontece que eu conheci o bastante... – Como sempre aquilo estava começando a se tornar uma discussão e eu não queria levar a nossa “conversa” nesse rumo. Puxei a Miley por um dos pulsos obrigando-a a se virar pra mim – pra saber de cor tudo que você mais gosta! – Senti a Miley fraquejar quando eu disse isso, só então me passou pela mente que o motivo do nervosismo dela podia ser a minha presença, por eu estar perto – Você não desistiria da música por nada Miley, nem por ninguém! Nós dois sabemos disso! – Sempre suspeitei que tivesse algo no perfume da Miley que me embriagava, e bom, nesse exato momento está fazendo efeito porque eu me sinto completamente zonzo, como que embriagado, morrendo de vontade de beijá-la.

Narrado por Noah

Los Angeles, Califórnia, 12:47 AM (Horário Local) Estacionamento do restaurante.

Por sorte eu tinha encontrado o meu celular e agora estava voltando para o estacionamento na companhia da perua loira que estava almoçando com o Nick, a Miles até disse o nome dela, mas eu esqueci.Só sei que tem alguma coisa haver com matemática!
Eu e a perua pegamos o mesmo elevador para o andar térreo do restaurante onde ficava o estacionamento. Eu dei uma checada nela, não sei por que a Miles sente ciúme de uma mulher que tem idade de ser a mãe do Nick. Tudo bem que uma mulher nessa idade, pelo menos uns quarenta, deve estar doida pra arranjar marido, mas não acho que o Nick goste desse tipo de mulher, em outras palavras OFERECIDA. Sem falar na breguisse né gente, sinto pena do filhote de onça que morreu pra virar esse vestido horroroso que ela tá usando!

Eu sorri lembrando da cara que a Miley fez quando deu de cara com o Nick almoçando com essa daí, foi tipo, olhos esbugalhados e a boca escancarada, foi muito engraçado. Eu não entendo a Miley, eu sei que no fundo, bem lá no fundo meeeeeeeeesmo ela ainda gosta do Nick, mas por causa desse negocio de orgulho ela não quer perdoá-lo e eu acho isso uma burrice. O Nick é o cara mais legal que eu conheço e também gosta dela... Os dois se gostam, eles precisam mais do que?! Adulto adora complicar as coisas!

– Ei, garotinha! – A perua me chamou com um sorriso falso nos lábios – Você é a irmã da Miley Cyrus?

– Sou, por quê?! – A encarei, ela fez carinha de santa.

– Own você é uma gracinha! – Ela apertou minhas bochechas, odeio quando fazem isso! – Sabe nós podíamos ser amigas, eu iria adorar te levar um dia pra tomar sorvete! – Essa daí pensa que engana quem? Ta na cara que ela detesta criança e só ta afim de sair comigo pra tentar tirar de mim alguma informação útil pra ela.

– Eu não sei, tenho que pedir permissão pra Miles primeiro!

– Que nada boba, é só a gente marcar um dia, eu posso ir te buscar e te levar em casa, ela nem vai ficar sabendo! – Ela sorriu como se tivesse me dado a melhor ideia do mundo.

– Pode ser... – Eu ia fingir entrar no joguinho dela, mas ela ia se arrepender de tentar me usar, ah se ia! – Outro dia o Nick convidou a Miles e eu pra tomar sorvete, foi bem legal, talvez se ele for com a gente a Miles deixe, a Miles e o Nick são muito amigos sabe...

– Ah ele convidou, é?! – Vocês precisavam ver a cara de taxo que a perua ficou, foi hilário! – E eles ficaram sozinhos, digo você ficou com eles o tempo inteiro, né?!

– Não, claro que não, boba! – Sorri – Eu fiquei brincando com o meu cachorrinho, o flocos, e o Nick e a Miles foram passear JUNTOS pelo parque, como eu disse eles são muito amigos, eu diria amigos íntimos!

A perua loira não conseguiu mais conter a sua raiva, ou ciúme, seja lá o que for... Ela cerrava os punhos e até murmurava algumas frases desconexas bufando, era hilário! Pena que quando chegamos ao estacionamento...

– Nunca mais encoste em mim, está entendendo?! – A Miley empurrou o Nick

– Miley, Miley me desculpa... – Nick tentava segura-la, mas a Miley não deixava – Eu só, sei lá, eu queria te fazer entender que aquele cara não é o certo pra você Miley, por que você não pode me escutar pelo menos uma vez?!

– E quem vai me dizer o que é o certo pra mim, Nick?! Você? Que fica saindo por aí com todas as vadias que existem na face da terra! – A Miley o encarou – Olha, por que não volta lá pra sua namoradinha ou seja lá o que aquela loira aguada for sua e vê se me esquece?!

– Miley, me escuta, não é nada do que você ta pensando, ela não é...

– EU AMO O LIAM!! – Antes que o Nick pudesse ter chance de terminar a frase a Miley berrou isso bem alto, nem eu mesma acreditei. O Nick até perdeu a fala – Será que deu pra você entender agora, Jonas?! Eu amo ele, vou me casar com ele e ser muito feliz!

Quando olhei para o lado a perua já tinha corrido em direção ao Nick.

– Que bom, bom mesmo! – Nick estava quase chorando – Espero que seja mesmo bem feliz!

– Eu vou ser! – Miley retrucou

– Bom pra você! – Nick disse tentando controlar a vontade de chorar, a perua se colocou ao lado dele.

– Nick, amorzinho, tá tudo bem?! – Ela revezava olhares entre o Nick e a Miley tentando entender o porquê da discussão.

Nick não respondeu de inicio e acabou fazendo uma besteira sem tamanho... Ele deu um beijo na perua, e não foi só um beijinho não, foi um beijo daqueles de capitulo final de novela das oito. Vi ele olhar diretamente pra Miley depois de beijá-la, me chamem de louca se quiserem, mas eu acho que isso foi só pra não sair por baixo depois do que a Miles disse.

– Agora sim tá tudo bem, amor! – Ele sorriu pra perua loira – Vem, vamos embora daqui! – Eles entraram no carro que saiu logo em seguida cantando pneus.

Corri até a Miles

– My, ta tudo bem?! – Perguntei, ela se limitou a assentir.

Entramos no carro em seguida e a Miley dirigiu até em casa sem dizer nem se quer uma palavra durante todo o caminho, nem um piu se quer e se eu conhecia a minha irmã sabia que ela não estava nada bem.
Quando chegamos, ela continuou sem dizer nada e subiu, se trancou no quarto e passou a tarde inteira lá. À noite, na hora do jantar, eu fui chamá-la, mas quando cheguei até a porta pude ouvir um ruído parecido com choro e achei melhor não incomodá-la.

Narrado por Nicholas

Los Angeles, Califórnia, 01:07 AM (horário local) Chegando ao apartamento de Nicholas.

Depois daquela discussão toda no estacionamento eu fui deixar a Delta em casa e ela acabou me convidando pra entrar. Nós começamos a conversar sobre o que tinha acontecido e eu acabei contando a ela sobre o meu passado com a Miley, a Delta era uma garota legal e eu precisava desabafar com alguém...
Durante a conversa a gente acabou bebendo um pouco, ou talvez até um pouco demais já que eu estava tendo algumas dificuldades para distinguir as imagens a minha frente, mas tanto faz! 
Ela disse que eu podia passar a noite lá se eu quisesse e vai por mim eu queria, passar a noite com aquela loira seria bem melhor do que sozinho, mas infelizmente o Joe ta chegando com a pirralhada amanhã e eu não podia dormir fora de casa essa noite, mas não faltarão oportunidades, disso eu tenho certeza.

(...)
Estava voltando pra casa, quase chegando agora, mas nem por isso eu diminui a velocidade,  tinha algo em dirigir rápido que acalmava meus ânimos. Eu estava a uma velocidade considerável, mas a essa hora não tinha quase ninguém pela rua.

Como eu disse "quase"...

Já em frente ao meu apartamento eu vi algo como que uma sombra de um homem parado na entrada, até tentei frear o carro, mas eu já estava muito em cima e acabei acertando o muro.
Bati a cabeça contra o volante, o que fez um pequeno corte, mas não houve nada mais grave, bom, pelo menos era isso que eu pensava até descer do carro.

– Droga! – Bati a porta do carro com força. O meu carro estava tão acabado quanto o muro da minha casa – Que merda é essa? – Eu tinha pisado em uma pequena poça – Parece...Sangue – Limpei meus olhos a menos de meio metro de onde eu estava tinha um corpo caído no chão, provavelmente alguém que eu atropelei.

Cheguei mais perto e quase não acreditei quando vi "quem" eu tinha atropelado...

– Não pode ser! – Fiquei desesperado.


Continua...

N/A: Alguém ainda lê esse blog? Gente, eu tenho reparado que quase ninguém comenta mais e isso tem sido muito chato pra mim, eu sempre me inspiro nos comentários de vocês, nas coisas que vocês dizem que querem que aconteça na história pra ir escrevendo mais capítulos, mas agora eu entro aqui no blog e no máximo eu recebo dois ou três comentários e é sempre dos mesmos leitores ( e inclusive, eu agradeço a esses, por nunca terem deixado de comentar). Olha eu tenho passado por muita coisa, eu trabalho o dia inteiro e estudo a noite e agora estou estagiando nos finais de semana, e acreditem que manter esse blog, tem sido muito difícil, e embora eu ame escrever essa história as vezes dá vontade de desistir, só que aí eu lembro de vocês, e eu lembro do quanto é chato a gente ler uma história, gostar dela, se envolver com o enredo e o autor simplesmente parar do nada, e é por isso que eu continuo... Mas eu gostaria que todas as pessoas que leem os capítulos deixassem comentários, nem que fosse um "Legal, posta logo!" porque é desestimulador você trabalhar pra escrever uma boa história e ninguém ler, bom, pelo menos é o que eu acho...
Me desculpem, mas eu precisava desabafar!

Bjssssss

P.S Não percam a segunda temporada de "O marido de uma estrela"!

30 comentários:

  1. nao vejo a hora de chegar na parte que eu estava no nyah, meu Deus do ceu Amy!! kkkk você quer me matar né? só pode mds! <33 posta posta posta
    e adorei a ideia das fotos
    xoxo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey, estamos chegando na parte onde parou no Nyah!
      Postado!
      Que bom que gostou das fotos!
      Bjssss

      Excluir
  2. POR FAVOR NÃO PARE DE ESCREVER! Eu entendo que esta sendo difícil para vc continuar mas mesmo que vc demore a postar os próximos não tem problema só não pare obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não vou parar, percebi que já cheguei longe demais pra desistir agora, sem falar que tem muita gente que gosta dessa fic e eu não posso decepcioná-las!
      Obrigada por que você é uma dessas pessoas!
      Postado!
      Bjssss

      Excluir
  3. Linda amei o capitulo, nossa e quem o nick atropelou?? pode ser o liiiam?? :D ... kkkk tadinho do nick.. isso não é normal tem algo por ai... e a miley eh mt brava ein deixou o ciumes cegar ela... :C . tomara que tenha logo um beijao deles... e que nick não entre em nenhuma furada... :X kk
    posta logo flor, e não desanime, nos blogs sempre tem autos e baixos.. e o seu blog é exelente posso dizer que o melhor que existe então num disanima não ta?!!
    bjs posta looguisiimo
    xoxo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada pela força, você é uma das escritoras que eu mais admiro no blogger, suas histórias são incríveis e eu fico muito honrada por você ler a minha fic!
      Postado! #Acho que vc vai ter uma surpresa com quem o Nick atropelou...
      Postado!
      Bjsss

      Excluir
  4. QUEM SERÁ Q O NICK ATROPELOU? seriá bem legal se fosse o liam eu ia amar ou a delta tanto faz mais prefiro o liam se bem q a miley não ia perdua-lo mais enfim, amei o capitulo e quero q o nick e a miley fiquem juntos logo
    POSTA LOGO!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom, a pessoa que o Nick atropelou...hum...só posso dizer que não foi nem o Liam nem a Delta, infelizmente!
      Já postei o próximo capítulo!
      Bjsssss

      Excluir
  5. Esta perfeito!
    Nao vejo a hora de chegar na parte em q eu parei.
    Ah... Obrigada pelos seus comentarios!!
    Posta logoo!
    Bjoss!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estamos quase lá!
      As suas fics são incríveis, eu demoro um pouquinho pra ler porque não tenho muito tempo, mas eu fico tentando acompanhar sempre que posso =D
      Postado!
      Bjssss

      Excluir
  6. Hey hey!
    Aff eu odeio a Delta, nojentinha ela viu!
    Miley e Nick, arghh esses dois fdp hsahsahs quando vão assumir q se amam?!
    Ah pronto, o nick conta pra Delta o passado dele com a miley, ai ela conta pro Liam e ele fica maia ciumento ainda! "A delta e uma garota legal" SÓ QUE NUNCA!
    E o padrasto da Demi sera q vai morrer? E quem sera que o Nick atropelou? Sera q foi o tio Billy? :O
    Posta mais pq eu to muito ansiosa!
    E nao desiste de escrever por favooor.
    Beijinhos <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que você foi a primeira pessoa que perguntou pelo padrasto da Dems e não posso adiantar muita coisa, mas a Demi vai passar por uma situação bem complicada nos próximos capítulos...
      Já postei mais um capítulo!
      Obrigada pela força!
      Bjsssss

      Excluir
  7. aaaaaaaah, perfeito. adoro esse capitulo, apesar de ser bem tragico haha. amy, por favor, nao desanima e nao pare de escrever. essa é tipo a única fic que eu consegui acompanhar do inicio ao fim. sou meio chata em relação a essas historias que transformam um pouco a realidade, mas a sua ta muito perfeita e realmente dá vontade de ler. é serio. vc é uma otima escritora, nao desista!! estou muito ansiosa pra chegar na parte em que parei no nyah (acho q digo isso em todo comentario haha) posta logo !! bye:-l.e

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, esse comentário me deu muita força e me deixou muito feliz. Teve muita gente que começou a ler essa fic mas que com o tempo parou e isso foi me deixando frustrada mas fiquei incrivelmente animada em saber que ainda tenho algumas leitoras que estão comigo desde o princípio =D
      Obrigada mesmo!
      Já postei o próximo!
      Bjsss

      Excluir
  8. Ameiiii esse capitulo... Primeira vez lendo essa fic e nao pretendo parar de ler.
    Espero que nao pare de escrever, pois eu morreria se nao soubesse a continuação.
    Posta logo!!! Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então seja bem vinda!
      Espero que continue mesmo acompanhando!
      Já postei mais um capítulo!
      Bjssss

      Excluir
  9. pooooor favor, não pare de escrever, eu amo essa fic mesmo sem estar com muito tempo pra ler ela eu me mato pra ler e desculpe por não comentar é que a maioria da s vezes leio fazendo trabalhos ou pelo celular. Mas acredite sua fic é a melhor e é perfeita, mas ainda vai demorar pra Miley se entender com o Nick? :ccc

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa, vc se mata pra ler, nossa, obrigada mesmo por isso!
      Não vou parar!
      Já postei o próximo!
      Bjsss

      Excluir
  10. Awwn mdss, quuem sera q o Nick atropelou, acho q foi ou a Miles ou o Liam, posta logo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que o Nick atropelou...Bom,você vai ter que ler o próximo capítulo pra saber!
      Postado!
      Bjssss

      Excluir
  11. Cara, eu amo e odeio esse capítulo ao mesmo tempo! Você tinha que me assistir lendo kkkkk Tinha hora que eu xingava a Miley outra que eu pingava o Nick, mas me deu vontade de entrar na história e dar um abraço nos dois! Eu não aguento ver eles sofrendo por causa do outro D: Não bato muito bem mesmo não kkkkkkk
    Eu acho a Noah a pessoa mais sensata e madura nessa fic! Kkkkkkk. A única que percebe tudo!
    Posta logo!
    E viu? Ainda tem muita gente que lê essa fic! Não fique sad!
    Obrigada pela divulgação *-*
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. KKKKKK então vc iria abraçar eles? Eu daria pelo menos um puxão de orelha, eles bem que merecem!
      Concordo com vc, a Noah é a mais sensata e madura com certeza!
      Postado!
      Não esquenta, eu não vou desistir, não mesmo ;D
      De nada =D
      Bjssss

      Excluir
  12. volta amy, por favor !!

    ResponderExcluir
  13. Posta logo outro , por favor :/ já não aguento a espera :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Postado!
      Desculpe te fazer esperar...
      Bjsss

      Excluir
  14. Ei Amy,
    Tudo bem? Saudades de nossas conversas.
    Bom, gostaria de saber se você ainda tem msn, sei lá, facebook ou algum meio de contato kkkkkk
    Beijos e posta logo.
    Ps: Voltei com Herdeiros da Máfia (FINALMENTE)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também sinto sua falta mas pra falar a verdade ultimamente eu estou sem tempo pras redes sociais, eu mantive o MSN mas não tenho fecebook.
      Já postei o próximo!
      Bjsss
      P.S Já tava na hora né?! Vou acompanhar, amo Herdeiros da máfia S2

      Excluir