Sinopse

"- ...Só que aí você volta, e te amar é tão mais fácil...."

sábado, 13 de julho de 2013

Eu amo a Miley Cyrus - Capítulo 07

Delta.

Narrado por Miley

Sidney, Austrália, 21:45 PM (horário local) casa do Liam.

– Anda logo Miley, vamos nos atrasar, a nossa reserva era para as 22:00!! – Liam Berrou do primeiro andar, eu ainda estava no quarto tentando ligar para a Mandy, mas depois de pelo menos umas cinquenta tentativas eu continuava sem conseguir nada.

– Já vou!! – Eu berrei em resposta – Já estou indo! – Coloquei o telefone no gancho mais uma vez, chateada por não ter conseguido falar com a Mandy. Eu sempre fico apreensiva quando sei que tem uma pessoa querendo falar comigo e eu não consigo contato, ainda mais sendo sobre a Noah, isso me deixa preocupada, ela poderia estar com algum problema e precisando da minha ajuda...

– Miles, vamos amor, já esta tarde! – Liam subiu as escadas e ficou parado encostado na porta.

– Tudo bem, vamos! – Eu suspirei e comecei a seguir o Liam.

– E aí, conseguiu falar com a sua amiga? – Ele perguntou um tanto indiferente eu diria.

– Não, não consegui nada, estou tão preocupada com isso! – Eu desabafei.

– Ei! – Liam segurou meu queixo carinhosamente me levando a olha-lo – Não fique assim, não esqueça que hoje é o seu aniversario, princesa. Tenho certeza que está tudo bem, ela provavelmente só queria te dar os parabéns. – Provavelmente não era isso, eu e a Mandy não estávamos lá muito próximas nos últimos tempos e do jeito como ela falou no recado não parecia uma ligação casual, mas...

– É você deve ter razão! – Eu tentei me convencer disso e sorrir.

Então nós dois caminhamos até o carro e seguimos para um restaurante onde Liam tinha marcado com alguns amigos dele. Assim que chegamos os amigos de Liam vieram nos cumprimentar e me parabenizar, eles eram bacanas, mas como eu posso explicar... Eu achei que seria um jantar só pra nós dois, algo mais romântico e intimo. Nem disfarcei a minha cara de insatisfação quando vi que Liam tinha chamado a Delta Goodrem, uma velha amiga dele, eles se conheceram na época da escola ainda. 
A verdade era que eu reconhecia uma pistoleira quando via uma, e essa Delta definitivamente era uma. Ela ficava se atirando para cima de todos os caras e o Liam não era exceção, sem falar que eu notava uma troca de olhares incomum entre eles, mas não bancaria a ciumenta aqui no meio de um restaurante, ainda mais sendo o meu jantar de aniversario, isso seria simplesmente ridículo, mas o que realmente não deixava quietos os meus pensamentos era essa estranha e súbita ligação da Mandy, eu não sabia exatamente porque, mas algo dentro de mim me dizia que não era uma coisinha a toa.

Narrado por Liam

Sidney, Austrália, 22:27 PM (Horário Local), Restaurante turístico localizado em uma ilha da costa leste da cidade.

Eu já havia percebido que a Delta fazia sinais disfarçadamente querendo falar comigo a sós. Provavelmente estava querendo que eu tirasse seu atraso, ela sempre fora uma vadia. Teria que pensar bem no caso dela, não estava muito afim de pegar ela hoje, ate por que hoje eu pretendia comemorar o aniversario da minha Miles, se é que vocês me entendem.

– Vou pegar uma bebida, você quer uma amor? – Sussurrei para a Miley que hoje estava mais distraída do que o normal.

– Ah... Não, eu não. Estou bem! – Ela me disse e eu me levantei. Esperei que ninguém estivesse prestando atenção para lançar para Delta um olhar que ela interpretaria como um convite para vir atrás de mim.

Segui até a área do bar, eu conhecia bem esse restaurante sabia que atrás do bar havia uma área reservada, para ser um pouco mais especifico era uma área escondida onde geralmente os homens casados levavam suas amantes.

Eu passei para dentro da pequena sala, por sorte o local estava completamente vazio e não se passou nem cinco minutos e a Delta logo entrou na pequena salinha vindo se sentar comigo.

Eu a encarei enquanto ela se acomodava em uma cadeira bem próxima a minha, eu conhecia bem a Delta, ela estava usando um mini vestido e tentava movimentar-se o mais sensualmente possível, se tratando dela eu sabia o que significava, mas não estava muito afim.

– O que queria falar comigo? – Perguntei enquanto ela olhava o próprio reflexo num dos espelhos que decoravam a salinha onde estávamos.

Ela nem ligou para o que eu perguntei e continuou se ajeitando na frente do espelho. Eu bufei,  isso já estava me irritando.

– Delta, nem com todo o pó compacto do mundo você vai conseguir esconder essas rugas todas, sinto muito por você, mas a idade chega para todas, meu bem! – Eu disse e ela me lançou um olhar assassino.

– Ah é?! E quantos anos a sua querida noivinha está fazendo hoje uns 24, 25? 26 no máximo não é?! – Ela me analisou – Lembre-se de que eu já tive essa idade e que um dia “a idade” vai chegar para ela também!

– Acredite em mim quando digo que os anos só vem fazendo bem a Miles,- Sorri- mas não viemos ate aqui para falar dela, o que você quer de mim? – Cheguei bem perto da Delta dizendo isso só para provocá-la.

– Na verdade está mais para o que eu posso fazer por você! – Ela também se aproximou fazendo com que nossos lábios quase roçassem um no outro, eu sentia na pele o duplo sentido de suas palavras.

– Ah é, e o que você pode fazer por mim? – Ergui uma sobrancelha com um meio sorriso. Será que a Delta era mesmo assim tão burra pra achar que eu precisava dela para alguma coisa?

– Tenho novidades, sobre a sua Miley, e a julgar que você sumiu com o professorzinho de fotografia só porque ele dava aulas para ela, coitado, aposto que você não vai gostar nada! – Ela disse com um ar de zombaria que me subiu a cabeça.

Apertei um de seus pulsos a puxando para mais perto de mim.

– Voce está sabendo coisas demais pro meu gosto! Pode ir falando vadia! – Eu praticamente cuspi essas palavras por causa da raiva.

– Calminha aí! – Ela puxou o pulso visivelmente revoltada – Voce deveria tomar um remedinho para os nervos de vez em quando sabia Liam, faria bem pra você!

– Delta eu não to com humor pra brincadeira, então se você tem alguma coisa pra me dizer é melhor falar de uma vez! – Eu disse bufando enquanto ela esfregava o pulso avermelhado.

– Tudo bem, mas você já sabe, informações arrancadas de mim custam caro! – Ela disse séria, estendendo a mão esperando que eu atendesse a sua condição.

– Primeiro a noticia, depois eu vejo o quanto ela vale! – Também a encarei e ela revirou os olhos.

– Sabia que a sua noivinha está sendo cotada para fazer um filme com um ex-namorado, o Nick Jonas? E ate onde eu sei ela é a favorita para o papel de par romântico dele, que meigo não acha? – Eu sempre detestei o tom de voz agudo e irritante da Delta, ele doía nos meus ouvidos.

– Essa noticia está algumas horas atrasada, sinto muito Delta! – Eu tentei disfarçar que a raiva estava tomando conta de mim. Eu ficava possesso só de imaginar a Miley com outro quanto mais ela nos braços daquele estupido do Jonas, isso nem passando por cima do meu cadáver! – E posso garantir que já estou tomando minhas providencias para manter a Miley bem longe de L.A e daquele cara.

– Sério? É realmente uma pena para a Miles, - Ela não escondeu a felicidade com o que eu tinha dito, eu só ainda não tinha entendido o porque - era uma ótima oportunidade para a carreira dela sem falar que o tal de Nick, que homem heim, ele é um gato, agora entendo porque ela sempre preferiu ele a voc... – Nem deixei essa mulherzinha terminar o que dizia, ela já estava passando dos limites. Puxei-a pela raiz dos cabelos forçando-a a me encarar.

– Muito cuidado com o que fala Delta, tenho certeza que você ainda pretende viver mais alguns anos! – Enquanto eu a olhava me bateu um súbito desejo, não que eu sentisse algo pela Delta porque eu nunca senti, apenas transava com ela, mas confesso que com toda a sua experiência ela era a única mulher que conseguia me enlouquecer na cama – O Jonas não passa de um moleque, vou te mostrar do que um homem de verdade é capaz! - A trouxe para mais perto beijando os seus lábios com fúria, quase chegando a machucá-la.

Como já era de se esperar Delta não se importou nem um pouco com as minhas caricias rudes e tratou de percorrer com suas mãos todo o meu corpo. Ela bem que queria tirar a minha camisa, mas eu não deixei, não tínhamos tempo para isso. Apenas ficamos de pé ainda nos beijando e eu a joguei sobre a mesa, já levantando o seu vestido e afastando as suas pernas.
Como a vadia já estava sem calcinha facilitou bastante pra mim, penetrei dois dedos nela a fazendo gemer alto.

– Cala boca! – Acertei um tapa na cara dela, ela estava ficando louca? – Ta afim de que nos ouçam? – Acho que o tapa a deixou um pouco revoltada, ela fez com que eu tirasse meus dedos de dentro dela encravando as unhas na minha mão com força – O que te deu heim? – Perguntei vendo um pouco de sangue na minha mão por causa do arranhão.

– Se eu quisesse um dedo aqui eu mesma colocava! – Ela disse se levantando e ajeitando o vestido. - Eu já devia saber, você não é de nada Liam, homens como você só tem garganta! – Ela retrucou pegando sua pequena bolsinha e se preparando para sair dali. O que ela mal sabia é que eu estava só começando.

Antes que a Delta conseguisse completar os passos necessários ate a porta eu a prensei contra a parede de costas.

– O que pensa que esta fazendo Liam? Enlouqueceu de vez foi? – Ela perguntou ainda sem entender o que eu pretendia. Na verdade eu não sabia se ela estava só se fazendo de inocente ou se estava só entrando no jogo, porque se tem uma coisa que a Delta não é, é inocente. Tinha sido ela mesma que tirou a minha virgindade quando eu tinha 14 anos, ela já tinha 18.

– Relaxa, você já vai saber... – Eu disse assim que terminei de abrir o meu zíper. – E vai gostar! – Sorri. Então levantei a barra do vestido da Delta e penetrando-a por trás sem prévio aviso algum, ela ia gritar de dor mas eu tapei sua boca e aumentei a velocidade. No começo ela queria resistir, mas logo se soltou e começou a pedir por mais. Uma vez vagabunda sempre vagabunda.

Narrado por Miley.

Sidney, Austrália, 23:53 PM (Horario Local), Restaurante turístico.

Todos conversavam animadamente, eu já nem prestava muita atenção ao que eles diziam uns aos outros, estava mais preocupada em chegar na casa do Liam e checar os meus e-mails para saber se tinha alguma novidade lá de casa, e se não tivesse tentar ligar mais umas cinquenta vezes para a Mandy até conseguir falar com ela.

Eu até tentei ligar do meu celular, mas como estávamos em um restaurante turístico que ficava meio que dentro de uma ilha o sinal tava ruim. Suspirei e apoiei meus cotovelos sobre a mesa, o Liam tinha sumido fazia pelo menos uns vinte minutos. Engraçado, ele queria tanto impressionar os amigos nesse jantar e do nada resolveu desaparecer me deixando aqui sozinha com esse bando de gente estranha.

Levantei-me da mesa e caminhei ate uma pequena varanda que dava visão para o mar que cercava a praia onde ficava o restaurante. Eu estava meio imersa em pensamentos, estava preocupada e também me sentia muito desconfortável, pois na maioria das vezes me sentia apenas como uma noiva troféu que o Liam adorava exibir para os amigos, já que estava na cara que ele podia ter feito esse jantar por qualquer motivo menos para comemorarmos juntos.

Fiquei olhando para a cena perfeita a minha frente, uma praia deserta numa noite de luar. Era absolutamente lindo o jeito como as ondas vinham molhar a areia da praia tão calmamente, era quase lírico. Derrepente me veio a mente aquele sentimento que geralmente todo mundo tem quando aprecia uma cena dessas sozinho, a solidão.
Se a solidão tivesse uma definição concreta, com certeza absoluta seria o frio. No meu caso, um vento frio que soprou desde o litoral até a varanda onde eu me encontrava por alguma coincidência, desprotegida. Passei os braços em volta de mim mesma, tentando me abrigar enquanto continuava olhando fixamente para o mar, agora um pouco menos calmo do que antes. É curioso como o frio te faz pensar imediatamente em se abrigar em um lugar quente e seguro, onde você se sinta protegido. Comigo não foi diferente, fechei meus olhos enquanto sentia aquele vento quase cortante atravessar a minha pele, tentando imaginar um lugar onde eu me abrigaria.
Foi aí que me peguei imaginando os braços fortes do Nick envolvendo-me calorosamente transmitindo aquela sensação de proteção e carinho que eu tanto gostaria de sentir essa noite. Sentia-me tão segura nos braços dele, pensei sem me dar conta do que estava admitindo para mim mesma sem querer.

– Queria tanto que “ele” estivesse aqui! – Sussurrei mordendo os lábios, deixando escapar talvez, um dos meus desejos mais ocultos. Me desesperei ao me ouvir proferindo essas palavras, eu não podia ter dito isso... Não, não e não, eu não devia eu não...queria! Estava traindo a mim mesma sentindo falta dele, eu não devia sentir, não com todo o esforço que eu fazia para nem se quer pensar nele. Era o Liam quem eu devia querer ao meu lado agora para me proteger do frio, era nele que eu deveria pensar quando eu me sentisse desprotegida, era dele quem eu devia sentir falta, e não do Nick. Pelo menos era disso que eu tentava me convencer, mas a verdade era que por mais que eu tentasse, por mais que eu quisesse, eu nunca conseguiria fugir da saudade que eu sufocava em meu peito e nem da sensação de solidão que jamais me abandonou desde a ultima vez que eu o vi, no dia do casamento da Demi a mais de um ano atrás.

Tentei afastar aqueles pensamentos e ate culpei o Liam por não estar por perto para evitar que eu tivesse um momento nostálgico desse nível, mas ele não estava, na verdade ele nunca estava por perto quando eu realmente precisava dele. Ate quando eu teria esse tipo de relacionamento problemático? Era algum tipo de maldição?!

– Miles...Miley...MILEY!! – Liam já estava alterado, parado ao meu lado. Provavelmente já tinha me chamado um zilhão de vezes, sacudi minha cabeça um pouco tentando conseguir focar a minha atenção ao que ele dizia.

– hãm?! Ah Oi? – Eu dirigi minha atenção a ele.

– Eu estava te procurando! Porque você tava aqui fora, nesse frio? Ficou louca? Quer pegar um resfriado? – Ele me puxou com ele para dentro, só então percebi que todos estavam de pé e tinha até gente da imprensa no local, tirando fotos da gente. Um dos amigos do Liam segurava duas tacas de champanhe, que o Liam pegou para nós dois.

– Então amor, eu estava dizendo aqui pros nossos amigos que hoje estamos aqui por um motivo muito especial! – Liam levantou sua taça na intenção de fazer um brinde. Olhei para os “nossos” amigos ainda meio sem jeito, e juntamente com todos levantei a minha taça – Além de ser aniversario da minha Miley, – Ele me lançou um breve olhar – Eu gostaria de comunicar vocês que são os meus amigos mais chegados sobre a decisão que Miley e eu tomamos, - Decisão?? Mas que decisão?? – Nós vamos nos casar no ano novo, lá em Philip Island e vocês estão todos convidados! – O que??? – Um brinde a isso! – Liam parecia muito feliz e satisfeito enquanto as taças batiam umas nas outras, infelizmente eu não podia dizer o mesmo de mim.

Eu ainda estava meio em choque com a “noticia” que o Liam tinha acabado de dar, quer dizer ele nem me consultou, não tinha o direito de tomar essa decisão sozinho. Tudo bem, eu sabia que o Liam me amava e ele nunca escondeu o desejo de casar comigo, mas a verdade é que ele me pegou desprevenida e eu não me sentia, bem, er... preparada, acho que essa é a palavra certa.

– Vem dançar comigo Miley, os fotógrafos querem tirar umas fotos da gente para publicar e quero que elas mostrem o quanto estamos apaixonados! – Liam literalmente me arrastou com ele até o meio do salão.
*Ignorem o fundo da Premiere de Jogos Vorazes 

Como se fosse automático quando Liam posicionou suas mãos sobre a minha cintura a musica romântica melosa começou a tocar e os flashes das câmeras dos paparazzi, como que em sincronia, começaram a explodir sua claridade.

– Com a noticia em todas essas revistas, logo o mundo todo vai estar sabendo da nossa união, princesa! – Liam tentou me beijar, mas eu não deixei.

– Voce não acha que deveria ter falado comigo antes de anunciar uma coisa dessas pra imprensa Liam? – Eu o encarei – Sem falar que só falta pouco mais um mês para o ano novo, como você pretende organizar uma festa de casamento em tão pouco tempo?!

– Miles, relaxa! – Ele disse tranquilamente, como se fosse a coisa mais natural do mundo marcar um casamento e nem comunicar a noiva! – Eu já contratei uma equipe que vai cuidar de cada detalhe do nosso casamento, você não tem com o que se preocupar, você nem vai ter que se estressar com nada, a única coisa que você vai ter que fazer meu amor, é continuar linda até o dia do casamento – Ele disse sorrindo.

– Acontece Liam que não é simplesmente isso, essa é uma decisão que nos deveríamos tomar juntos e você nem se quer me comunicou! – Eu retruquei irritada.

– Mas nós estamos noivos, já havíamos falado em casamento milhares de vezes, inclusive estávamos pensando em casar no ano que vem, eu só fiz adiantar as coisas! – Nos estávamos falando baixo, mas já não conseguíamos disfarçar que aquilo era uma discussão.

– Só que você não tinha esse direito! – Eu parei de dançar e larguei o Liam no meio do salão sozinho. Nem eu mesma estava entendendo o porquê de toda a raiva que eu estava sentindo, o Liam tinha razão, nos já havíamos falado em casamento centenas de vezes, mas agora que era tudo tão concreto e estava tão perto de acontecer parecia uma má ideia.

Liam tentou disfarçar dizendo pra todo mundo, inclusive aos paparazzi que eu tinha sentido uma tontura, mas que estava bem. Eu apenas saí do restaurante e me tranquei no carro, não queria ficar nesse lugar por nem mais um segundo.
(...)
Demorou um pouco para o Liam vir para o estacionamento, acho que ele teve que despedir todos os convidados sozinho primeiro, mas eu estava pouco ligando para isso, foi ele quem convidou aquela gente toda, se fosse por mim nada disso teria realmente acontecido.
Ele não disse nada, apenas entrou no carro e deu a partida, estava visivelmente irritado, e eu também estava chateada então já podem imaginar o clima que estava naquele carro.
Durante o trajeto eu fiquei pensando, talvez eu realmente tivesse exagerado, talvez o Liam achasse que marcar o casamento antes me faria feliz. Talvez ele realmente não tenha tido más intenções ao fazer isso. Sem falar que nos éramos noivos, na lógica uma noiva ficaria feliz com a atitude que ele tomou e eu acho que só não fiquei porque ainda sinto algo pelo Nick, e na boa essa historia está ficando velha e já deu tudo o que tinha que dar, quem sabe não era a hora de me dar realmente uma chance com Liam, não é?!

– Sinto muito! – Murmurei baixo. Liam continuou com os olhos fixos na estrada – Por hoje a noite, sinto muito Liam, eu não deveria ter reagido daquele jeito, foi que eu fiquei nervosa, você me pegou de surpresa e...

– Droga Miley! - Ele me interrompeu berrando - Eu tava falando do nosso casamento, do dia mais importante das nossas vidas aí você simplesmente sai e me deixa lá sozinho e com cara de idiota na frente de todo mundo! – Isso parecia ter sido a gota d’água pra ele - Eu só queria te fazer uma surpresa, achei que você iria gostar, que ficaria feliz. Que noiva não ficaria feliz com uma coisa dessas?! Mas a verdade é que você é infantil, assim como todas as patéticas e metidas estrelinhas de Hollywood!!

– O que?!Eu não acredito que eu to aqui ouvindo essas baboseiras todas – Eu balancei a cabeça negativamente - quer saber, Liam, já chega! Para esse carro eu vou descer! – Eu disse já colocando a minha mão sobre a maçaneta da porta.

– Ficou maluca Miley?! – Liam revezava olhares entre mim e a estrada – Voce não pode descer assim do carro, vai pra onde?!

– Sei lá, vai ver a patética e metida estrelinha de Hollywood aqui, deva voltar pra Los Angeles, lugar de onde ela nunca deveria ter saído!!

Liam bufou parando o carro e batendo as mãos no volante

– Então é isso, você acha que nunca deveria ter vindo pra cá né?! Que nunca deveria ter deixado a sua tao preciosa L.A pra vir viver aqui comigo! Por isso ficou tão irritada lá na festa?! – O Liam passou de bravo para furioso e isso não era nada bom.

– E-Eu não disse isso! – Gaguejei nervosa, eu nem sabia como com um pedido de desculpas eu acabei me metendo em mais uma discussão.

– Então agora eu sou surdo porque foi isso que eu ouvi! – Liam estava mesmo era possesso

– Olha, vamos pra casa, acho melhor falarmos sobre isso outra hora!

Eu não disse mais nada, nem ele, creio que ele também achava bem melhor deixar aquele assunto para depois.

Assim que chegamos em casa ele foi logo subindo para o nosso quarto em silencio, eu tirei os meus sapatos e me joguei no sofá da sala, estressada. Nem eu mesma sabia o que queria, a verdade era que se eu não tomasse uma decisão logo eu poderia acabar perdendo o Liam por causa de briguinhas bobas, e eu não queria isso, só que eu também não queria me casar então o que eu deveria fazer?!

Decidi parar de pensar em mim e nos meus muitos problemas amorosos e me concentrar um pouquinho no pessoal lá de casa, talvez algum deles tenha me mandado um e-mail. Peguei meu notebook que ainda estava sobre a mesinha de centro da sala e fui checar meus e-mails, como sempre estava vazio, mas eu mandei um para Noah.

“Princesa, a Mandy me disse que você quer falar comigo, olha pode me ligar eu estou desculpada o dia todo, todos os dias, pode me ligar ou mandar e-mail a hora que quiser ok? Bjos My”

Foi tudo que eu escrevi, esperei pra ver se ela respondia, mas nada... Alias, achei muito estranho que nenhum dos meus amigos ligou e nem enviou e-mail me parabenizando pelo meu aniversario só alguns dos meus fans que me deixaram mensagens pelo Twitter e a Dems, que falou comigo mais cedo pelo Skype. É, parece que a cada dia eu era mais esquecida por todos.
Voltei aos pensamentos sobre casamento, fiquei tentando me entender, entender o motivo por que eu não queria me casar com o Liam. Bem lá no fundo, quase que inconscientemente eu sabia que talvez fosse por causa do Nick, por causa da promessa que fiz a ele, e se realmente fosse, esse era um péssimo motivo. Liam e eu temos um relacionamento ótimo, não era justo eu abrir mão disso por uma historia do passado, que ate onde eu sei, já foi muito bem enterrada pelo Nicholas. A pior parte disso tudo, bom, eu acho que...ainda o amo...

Flash Back On

– Miley, o que você acharia de se casar comigo? – Ele me perguntou do nada, numa tarde em que assistíamos filmes na casa dele. Acho que tínhamos entre dezesseis e dezessete anos, então é claro que éramos novos demais para nos casar, mas pra falar a verdade por algum motivo eu tinha uma certeza dentro de mim que se eu realmente fosse me casar um dia, bem, seria com ele.

– Voce tá ficando maluco?! – Eu perguntei baixo. Kevin e Dani dormiam abraçados no sofá enquanto Joe roncava sozinho no tapete da sala, na época ele ainda não namorava a Dems.

– Não, eu estou falando sério! Sabe, eu tava pensando nisso já algum tempo... – Ele fez uma pausa agoniante– Eu quero me casar com você Miley! – Ele disse olhando nos meus olhos. Eu estava sentada no colo do Nick e fiquei morrendo de vergonha porque quando ele disse isso o meu coração bateu tão forte que eu jurava que ele podia ouvir claramente.

– N-Nick, somos novos demais pra pensar nisso, - hesitei – além do mais você ainda vai conhecer muitas outras garotas e... – Ele me interrompeu com um beijo que me deixou completamente sem folego para continuar. Apertou meu corpo contra o seu de uma maneira detentora enquanto segurava minha nuca com seus dedos emaranhados em meus cabelos, tornando assim impossível para mim sair daquele beijo, não que eu quisesse faze-lo.

– Não My, - Ele deixou nossas testas coladas quando quebramos o beijo– eu não preciso conhecer outra pessoa se eu já tenho a pessoa certa bem aqui! – Ele sorriu, aquele sorriso torto lindo, tive que contorna-lo com um de meus dedos, eu era simplesmente apaixonada pelo sorriso dele – Eu sei que somos novos ainda mas eu quero ter certeza de que você quer comigo o mesmo que eu quero com você! – Ele me olhou nos olhos

– E-eu não sei o que te dizer! – Fui sincera. Na verdade eu ainda estava meio perdida, embora namorássemos a um bom tempo, nunca tínhamos falado sobre um futuro juntos.

– Só me responde uma coisa, - Ele segurou minhas mãos entre as suas– se nos fossemos mais velhos e tivéssemos idade para nos casar, você casaria comigo? – Eu pensei por algum tempo, a resposta me parecia obvia, claro que eu me casaria com ele, eu o amava e eu o queria para sempre em minha vida, isso deveria ser o suficiente, pelo menos era o que eu achava naquela época.

– Sim – Disse segura – claro que sim, Nicky! – Eu disse também olhando em seus olhos. Ele sorriu abertamente e...

Flash Back Of

– Miles será que podemos conversar? – Liam chegou me tirando das minhas lembranças. Eu me sentei direito no sofá para dar espaço para que ele se sentasse também – Olha, me desculpa ta?! – Ele sentou-se, parecia frustrado - Eu estava errado, deveria ter falado com você antes de tomar uma decisão dessas, eu achei que você iria ficar feliz, mas eu não quero que a gente brigue, se você não quer casar, por mim, tudo bem... – Eu percebi que Liam estava meio triste, a verdade é que eu sabia como esse casamento era importante pra ele, e poxa ele me amava, sempre me amou e lutou por mim, não era justo eu despreza-lo só por causa de uma promessa que eu fiz a sei la a quanto tempo e que o Nick provavelmente já nem lembra mais.

– Tudo bem amor! – Eu o abracei, fechei meus olhos e tentei ao máximo me sentir confortável em seus braços. Quando nos soltamos Liam não disse mais nada, apenas me pegou no colo e subiu as escadas comigo em direção ao nosso quarto.

Tudo bem, talvez eu não amasse o Liam agora, mas quem sabe se nos casássemos, com o tempo, eu não passaria a ama-lo, não é?
Olhei em seus olhos quando ele me colocou delicadamente sobre a cama.

– Liam – Chamei-o, ele apenas me olhou como se dissesse para eu prosseguir – Eu quero – Ele ergueu uma sobrancelha – Eu quero sim me casar com você! – Liam sorriu e me beijou, não sei bem por que, mas durante o beijo eu pensei naquela droga de promessa idiota.

Flash Back On (Continuação)

– Sim – Disse segura – claro que sim, Nicky! – Eu disse também olhando em seus olhos. Ele sorriu abertamente e passando a mão carinhosamente pelo meu rosto, me disse uma frase que eu acho que nunca vou conseguir esquecer.

– Eu te amo – Ele me olhou de um jeito que me fez perceber todo o sentimento envolvido, me fez sentir no mais intimo que aquilo, aquele momento, era real – E é pra sempre Miley, o que eu sinto por você... – Eu sorri instantaneamente, eu diria até inocentemente. Na época eu tinha um coração bobo e sonhador, acreditei nele, em cada palavra que ele disse, no brilho que parecia tão verdadeiro daquele olhar.

Nunca fui muito boa com as palavras, eu não achava que um simples “Eu também” era o suficiente para tudo o que ele tinha me dito então somente o coloquei meus lábios sobre os dele, beijando-o da forma mais terna e apaixonada que eu consegui.

– Então...- Nick mordeu os lábios apreensivo quando nos separamos, parecendo que estava ansioso com o que ia dizer – Me promete uma coisa? – Me olhou– que não importa o que aconteça, você só vai se casar se for comigo?! – Senti sua mão na minha apertando-a pela expectativa da resposta, que pra falar a verdade já estava mais do que estampada em meus olhos. Naquela época eu teria prometido o mundo se ele assim me pedisse, eu o amava, era completamente apaixonada por aquele garoto. Mas todos aqueles sonhos que tínhamos, o tempo passou rápido demais e se encarregou de deixa-los para trás.

– Eu prometo se você me prometer o mesmo! – Eu o olhei como se lançasse um desafio.

– Que tipo de cara você acha que eu sou, Miley?! – Ergueu uma sobrancelha. - Eu não te pediria isso se não tivesse certeza que é o que eu quero pra nós!

– Voce é o meu tipo de cara! - O beijei novamente, mas esse beijo foi ainda melhor, parece que a sensação de beijá-lo melhorava a cada beijo que trocávamos


Flash Back Of


Tentei ao máximo afastar essa lembrança, era hora de esquece-la de vez, pois por mais lindo que tenha sido essa jura de amor, éramos apenas adolescentes, isso talvez tenha significado muito na época mas hoje não representava mais nada. Era com o Liam com quem eu iria me casar, era com ele que eu iria dividir a minha vida, Nick era apenas e tão somente uma lembrança, uma boa lembrança talvez, mas nada além disso.

Continua...

N/A: Pois bem, eu já estou de férias e como tenho vários capítulos dessa fic já escritos vou tentar postar bastante durante esse período, pra pelo menos conseguir postar alguns capítulos totalmente inéditos, mas pra isso preciso da ajuda de vocês, por favor comentem os capítulos e quem puder também divulga a fic, por favor! 
Eu to tentando escrever capítulos maiores e melhores pra vocês e eu aceito críticas e sugestões, só assim posso saber se vocês estão realmente gostando da história. A primeira temporada foi um pouco mais simples de escrever mas nessa são tantos personagens e tanta coisa acontecendo ao mesmo tempo que as vezes fica complicado escrever de todo mundo num capítulo só, esse por exemplo, não teve Jemi, mas não esquentem eles são muito importantes na fic e sempre vai ter partes deles, até porque o Joe é o meu personagem cômico favorito e tem uma trama à parte que envolverá a Demi, mas eu não posso contar nada disso ainda, nos próximos capítulos vocês irão conferir... 
E por fim, a cada cinco comentários um novo capítulo será postado, eu vou ficar de olho aqui no blog pra cumprir com isso, então vamos lá!
Bjsssssss

20 comentários:

  1. #MileyBurra. Quando ela vai se tocar que o Liam tá isolando ela do mundo, da vida dela, de TUDO...E que se ela não o ama, não vale a pena casar com ele??
    Ansiosa para que ela descubra logo tudo!! O Liam não a ama. Ele é obcecado por ela,mas isso NUNCA será amor.
    #Posta logo. Essa fase tem que acabar logo!! Isso tá muito parado,o bom da primeira era que tinha briga, amor,palhaçada...Era tudo muito agitado! A Miley tem que tomar um decisão!!Da logo um basta nessa palhaçada, que ela chama de noivado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz em dizer que a fase parada acabou... Miley está de novo em L.A!
      Já postei!
      Bjsss

      Excluir
  2. Aiii quando a miley vai reencontrar o nick!!!!!
    e como o liam pode ser tão puto??
    sempre pensei que ele nessa fic seria o bonzinho!!
    posta logo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ela vai reencontrar ele logo!
      Já postei!
      Bjsss

      Excluir
  3. Eu fiquei com vontade de bater no Liam. Como ele pode fazer sexo com a idiota da Delta em um restaurante no qual a Miley estava. Teria sido perfeito se a Miley flagrassem eles, ai finalmente ela ia se tocar que estava sendo idiota por optado ficar com o Liam. MILEY ACORDA!
    Posta logo!
    Bjs!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem um selinho pra vc no meu blog.
      http://myheartalwaysbeatsforlove.blogspot.com.br/2013/06/selinho.html

      Excluir
    2. O Liam não se importa com os sentimentos da Miley na verdade, ele não a ama de verdade, só a quer como um troféu...
      Já postei mais um e obrigada pelo selinho!
      Bjssss

      Excluir
  4. É bom relembrar a historia, eu já tinha lido no nyah mas havia alguns pormenores que eu jã não me lembrava....

    posta rápido natalia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey Natalia!
      Bom, voce vai notar algumas diferenças do que foi postado no Nyah! mas é coisa simples, nada que influencie muito na história...
      Já postei!
      Bjsssss

      Excluir
  5. awwn, noossa ta quase no capitulo q eu parei devo ter parado no capitulo 11 por ai, to ansiosa posta logo bjoos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então já estamos quase lá!
      Postado!
      Bjssss

      Excluir
  6. flash back perfeeito *-*!! a miley precisa largar esse traste do liam loooogo, nao aguento mais hahaha. ela precisa é do nicky by:-l.e

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. haha, isso vai acontecer, não se preocupe!
      Postado!
      Bjsss

      Excluir
  7. cara! estou viciada não consigo para de ler a fic já estou no capitulo 20 da parte II e fico agoniada esperando os próximos. Achou que esses últimos capítulos lentos demais, mas no geral estou AMANDO!!! vc tem twitter? o meu é @dinhacotrin

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A gente vai chegar lá, falta pouco!
      Eu tenho twitter sim, é @s2amelias2, só que eu não uso muito...
      Postado!
      Bjssss

      Excluir
    2. use mais o seu twitter para nos manter mais informadas sobre a fic. já estou te seguido me segue de volta @dinhacotrin

      Excluir
  8. A miley é uma idiota, o fdp do liam é um miserável fazer sexo com a delta, não vejo a hora da miley e o nick se reencontrarem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso vai acontecer bem antes do que vc imagina!
      Postado!
      Bjssss

      Excluir
  9. A sel n aparece mais pf responde

    ResponderExcluir