Sinopse

"- ...Só que aí você volta, e te amar é tão mais fácil...."

sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

Eu odeio a Miley Cyrus - Capitulo 5


Acontece que nós não somos amigos, Destiny!



Nick Narrando

Sai do quarto da Sophy e fiquei perambulando pelos corredores do hospital, visitei algumas outras crianças até que vi que já eram quatro da tarde. Eu nunca gostei muito dessas coisas de preparativos de casamento, isso é um saco, ainda lembrava de tudo que eu tive que passar na época do casamento do Kevin e da Danielle, mas se vocês acham que Demi Lovato é toda meiguinha, doce e boazinha é porque ainda não a viram nervosa por causa desse bendito casamento! Bom, achei melhor ir pra o tal restaurante onde vai ser a prova dos bufes antes que quando eu chegasse la ela resolvesse arrancar a minha cabeça.

Caminhei calmamente ate o estacionamento, meu celular chamou e quando eu ia atender vi a Miley e o Frankie parados na frente do hospital, a Miley parecia falar no celular e quando Frankie me viu apontou para mim. Meu celular parou de chamar e os dois vieram correndo em minha direção.

– Nick, Nick da uma carona pra gente! – Pediu Frankie estabanado

– Ué, você não veio com a Miley, volta com ela!

– Não você não entendeu, é uma carona pra nos dois! – Ele disse, o que?? Eu e a Miley no mesmo carro?? Isso vai contra as normas de segurança na estrada!!

– E posso saber como chegaram ate aqui então, já que a Miley não está de carro?!

– Ah Nick, por favor né... Eu moro em L.A, vim passar só uns dias aqui, você não queria que eu trouxesse meu carro pra cá ou que eu comprasse um não é?! – Miley esbravejou já sem paciência.

– Sei la, você vive se gabando que nada em rios de dinheiro, o que seria comprar só um carrinho de míseros R$ 80.000,00 dólares – Disse com descaso.

– Quer saber pra mim já deu! Pelo menos da uma carona pro Frankie, eu vou andando mesmo! – Ela disse isso e saiu andando em direção ao portão.

– Cara, porque você tem que ser sempre tão estúpido, Nick?! – Frankie

– Eu não sou estúpido, a Miley que esta muito mal acostumada a todo mundo fazer o que ela quer, a hora que ela quer, mas comigo isso não cola, eu sei que ela não vai a pé, ela vai pegar um táxi ou qualquer outra coisa,  anda entra no carro!

– Eu acho que não Nick, ate porque ela não conhece a cidade direito, não tem o telefone de nenhum taxista e do jeito que ela saiu bufando vai acabar é se perdendo! – Frankie disse sério sentando-se no banco da frente e por mais que eu deteste admitir ele tem razão.

– E você não deu nenhum numero de algum taxista pra ela Frankie?!

– Nick eu tenho 11 anos! Ela é que deveria ser a adulta responsável e não eu!

– É, você tem razão, a Miley é a única adulta irresponsável o suficiente para só ter o numero da mãe, do cabeleireiro e de um restaurante de comida mexicana.. – Eu disse revirando os olhos. Miley adorava tacos.

– Uhum, mas na verdade é de um restaurante de saladas agora, ah e ela também tem o numero do namorado, o Liam! – Frankie disse e eu dei uma risadinha sarcástica.

– Eu só quero ver agora o Canguru australiano que ela chama de namorado vir la da Austrália dar uma carona pra ela! – Eu disse rindo um pouco, não que eu achasse engraçado, é que... Tudo bem, eu tava mesmo achando engraçado.

– Ah e agora ela tem o seu telefone também... – Frankie disse tranquilamente.

– O que?? – Eu freei o carro bruscamente

– Eu dei seu telefone para a Miley hora!

– E porque você fez isso garoto?! – Bufei – Eu não acredito, é mesmo muita cara de pau da Miley pedir de você o meu telefone!

– Ela não pediu, eu que dei! – Ele disse e eu o encarei, sorte a dele eu não ter a visão de calor do super homem! – Calma ai Nicholas, foi o seguinte, a Miley queria ligar pra Demi ou pro Joe por causa do tal bufe, pra avisar pra alguém vir buscar a gente. Eu disse que achava que voce já tinha ido pra la e o seu celular é o único que eu sei de cabeça então disse pra ela te ligar, ela nem queria, disse ate que eu é que ia falar contigo e que não era pra dizer que o numero era dela!

– Ah então foi isso – Pera ai, então a Miley é que não queria que eu tivesse o numero dela?? Como se eu realmente fosse ligar pra ela se eu tivesse!! –Ta, eu vou logo te levar pra casa porque eu já to é atrasado!

Cheguei em casa com o Frankie e deixei ele no portão, antes que eu pudesse dar novamente a partida no carro vi a Miley saindo pelo portão. Como será que ela tinha conseguido chegar aqui primeiro?! 
Ela já tinha ate trocado de roupa e tenho que admitir, ela estava linda! Usava um vestido curto demais na minha opinião, com estampa floral deixando os longos cabelos caírem sobre os ombros. Ela parou para falar alguma coisa com o Frankie e eu só fiquei olhando, meu coração bateu mais forte quando ela veio em minha direção, acho que fiquei até meio bobo vendo-a caminhar lentamente e um velho sentimento bateu a minha porta quando ela desviou e eu a vi entrar em outro carro... Não sei quem dirigia, mas por algum motivo eu desejava que fosse uma amiga dela ou pelo menos que do sexo feminino, não queria ver ela andando com o Bieber e nem com homem nenhum vestida daquele jeito.
Ela seguiu e eu também dei a partida, já que estávamos indo para o mesmo local, eu acho, não me intimidei em seguir o carro em que a Miley estava. Paramos em frente ao restaurante quase que no mesmo instante. Desci do carro rapidamente, eu queria ver quem era o motorista do carro que tinha trazido a Miley até aqui. Sorri aliviado ao ver que tinha sido uma garota, uma loira, mais ou menos a idade da Miley, tinha os cabelos cacheados e eu sei que se chama Taylor porque eu ouvi a Miley chamá-la assim. Só que o meu sorriso se desfez quando eu vi que no banco de trás do carro estavam sentados três garotos, todos bem er... Digamos que eles apreciavam malhar, só para eu não ter que descrever mais nada, e todos eles estavam praticamente comendo a Miley com os olhos. Eles fizeram questão de despedir-se dela com beijinhos e abraços, teve um, o maior de todos que ate deu um selinho nela. Miley deu um tapa de leve no braço dele e se desvencilhou dando um ultimo tchau a Taylor e caminhando ate a porta onde eu estava parado embasbacado. Ela me encarou

– O que foi?! Eles são...Velhos amigos meus!

–Eu percebi, vocês parecem mesmo bons “amigos”, principalmente voce e aquele moreno brutamontes! - Rolei os olhos.


– O Taylor?! E ele é namorado da Taylor! - Alguem aí entendeu?! - Ele só estava brincando! 

- Brincando... Claro, aquele amaço todo só de brincadeira. Bom que a sua amiga loirinha é bem liberal!

- Voce é mesmo muito malicioso, Nick. Taylor e eu somos amigos ja faz muitos anos, a Tay nunca se importou com as nossas brincadeiras porque ela nao é paranoica, sabe que ele a ama e que só é um amigo meu, e aliás um amigo que ao contrario de outros, não me deixa andar a !! - Isso foi uma indireta?!

– Acontece que nós não somos amigos, Destiny! – Eu disse e fui entrando.

Miley bufou e veio andando um pouco mais depressa pra me alcançar.

– Tem razão, não somos amigos, alias não somos nada então vê se para de ficar vigiando a minha vida! Ah e para de me chamar de Destiny, pra você é Miley, Destiny é só para os íntimos! – Ela retrucou e saiu quase que correndo para abraçar a Demi, que apesar de estar brava porque chegamos atrasados, ficou feliz por termos vindo.

E então começou a tortura, aquele bando de comida frescurenta e docinhos de tamanhos mínimos sendo servidos para nos um atrás do outro.

Miley Narrando

Ah eu tava adorando!! Tudo bem, meu Personal vai me matar quando souber que eu to comendo todos esses doces, mas... Ele que se dane, é chocolate e eu adoro muito essa coisinha enviada direto dos céus. Nossa eu sentia tanta falta disso que ate ta derretendo rápido na minha boca. Eu comia um doce de cada tipo que eles botavam naquela mesa enorme, o único que acompanhava, ou ate ultrapassava o meu rítimo era o Joe, Demi comia pouco obviamente porque não queria engordar por causa do casamento e Nick não comia nenhum doce, provavelmente por causa da diabete.
Eu parei um pouco de comer e fiquei o observando com cautela, lembro-me do quanto era difícil pra ele lhe dar com o rigoroso tratamento dessa doença. Tia Denise sempre dizia que embora ele quisesse parecer forte diante disso, ele na verdade se sentia desconfortável por ser o único dos quatro irmãos a herdar a doença. Procurei um dos garçons e perguntei a ele qual dos doces era diet ou sem açúcar, adequados para que um diabético pudesse comer e ele me indicou alguns, separei-os e coloquei em um pratinho, sem que ninguém visse levei para o Nick.

- Toma! – Entreguei a ele deu uma olhada para o prato então me encarou – Não me olha assim, eu não coloquei veneno se é o que esta pensando!

- Não, é que eu não posso...

- Esses voce pode, nao tem açúcar– Eu disse tentando ser o mais simpática possível, Nick ficou me olhando por alguns segundos e eu me senti uma idiota por ter feito isso, provavelmente ele ia me dar uma patada como sempre faz... Mas estranhamente não foi isso que aconteceu.

– Ah...er, obrigado...eu acho! – Ele disse baixo e meio sem jeito pegando o prato com os doces da minha mao. Tudo bem, eu nem sei porque eu fiz isso, eu deveria estar com muita raiva do Nick já que ele me fez andar a  um quarteirão inteiro antes de encontrar a Tay e os garotos, mas pra falar a verdade eu não estou, não importa o que ele faz, eu não consigo ficar com raiva dele por muito tempo!
Depois de experimentarmos uns 37 pratos diferentes de comida, o Joe se derramar sopa e o Nick ficar com a boca ardida porque comeu chili apimentado, a Demi finalmente escolheu os pratos, os doces e o Bolo que seria servido no casamento, então posso dizer que tivemos uma tarde produtiva. Nos preparamos para voltar para casa eu vim com a Demi e o Joe no carro deles e Nick disse que iria pegar a Selena na casa dela para saírem.
Chegamos em casa e nenhum de nos quis jantar, estávamos mais do que cheios por causa daquela comidarada toda, resumindo, Joe e Demi foram deitar cedo, Frankie tinha aula pela manha então foi dormir também e eu, bom eu sobrei, não ter um namorado é uma droga! Se bem que eu tenho um, ou pelo menos eu acho que tenho... Só que ele não esta aqui, então deixe-me corrigir essa frase estar sozinho mesmo quando se tem um namorado é que é uma droga mesmo!
Tomei um banho quente, coloquei meu pijama, um baby doll da Hello Kittie muito fofo, a Noah que escolheu pra mim, em seguida desci as escadas e fui ver o que estava passando de bom na TV e de bom NADA! Depois de passar tediosos minutos mudando freneticamente de canal decidi assistir um DVD, algum filme pavoroso de terror que me assustasse o suficiente para ir correndo pra cama, mas não tinha nem um, a única coisa que eu achei foram uns DVDs da serie JONAS. Ok, os Jonas só tinham DVD da serie deles, isso que é ego viu! Mas já que só tem tu, vai tu mesmo, coloquei o DVD e o primeiro capitulo era “Pizza girl” meu preferido!
Nick Narrando

Já era tarde, passava da meia noite e eu cheguei em casa com a Sel, estávamos nos beijando, tive dificuldade para abrir a porta da frente. Percorremos o pequeno corredor ate a escada entre beijos e caricias ate que notei a TV da sala ligada, Frankie deveria ter esquecido de desligar outra vez!

– Sel, espera um pouquinho, vou desligar a TV e já venho! – Eu disse e ela assentiu me esperando a beira da escada

Sem nem olhar ao redor caminhei ate a TV e antes que eu apertasse o botão pude ver de canto de olho que tinha alguém deitado no sofá. Era a Miley, ela dormia tranquilamente, um pouco esparramada para fora do sofá, notei que ela estava com o celular nas mãos. Apreensivo eu caminhei até ela devagar, retirei o aparelho de suas mãos e o coloquei sobre a mesa de centro, em seguida a ajeitei no sofá de maneira que ela pudesse ficar um pouco mais confortável.
Olhei para ela mais uma vez, me perguntava se Deus não tinha sido injusto com as demais mulheres ao dar tanta beleza só para ela, mas ao mesmo tempo achei que seria um crime privar o mundo de uma mulher assim tão linda. Não estou exagerando, eu sei bem o tipo de pessoa que a Miley é, mas também não sou cego! A Sophy tem razão, ela parece mesmo um anjo, mas só parece porque de anjo essa garota não tem nada!

Suspirei e voltei ate a escada onde a Sel me esperava pacientemente

– Nossa amor, você demora ate pra desligar uma TV! – Reclamou

– Desculpa amor, ah...Sel, acho melhor eu levar você pra casa! - Nem eu mesmo sei por que, mas derrepente a vontade de dormir com a Selena passou

– Mas porque Nick?! Nos tínhamos combinado que…- Eu a interrompi

– Eu sei amor, mas é que eu estou cansado, alem do mais a Miley esta morando aqui em casa e amanha de manha você ia ser obrigada a aturar ela... Vamos deixar para um outro dia ta bom?!

– Tudo bem então, Se você prefere assim... – Ela disse em meio a um suspiro de derrota. Eu a levei para casa e ela insistiu que eu passasse a noite lá, ate pensei em aceitar, pelo menos me livraria da Cyrus, mas acabei recusando. Voltei para casa e ia subir as escadas para ir para o meu quarto quando a curiosidade me invadiu, será que a Miley ainda estava dormindo no sofá?!
Trilha sonora: When you love someone - Bryan Adams 
Fui ate a sala para espiar, e não é que ela ainda estava lá?! 
          "Quando você amar alguém você fará qualquer coisa
          Você fará todas as coisas loucas
          Que você não pode explicar
          Você atirará na lua e apagará o sol
          Quando você amar alguém"


Desliguei a TV e o ambiente ficou mais escuro, porem as luzes dos abajures ainda o mantinha iluminado parcialmente. Tirei o meu paletó o colocando sobre o outro sofá onde também sentei afrouxando o no da minha gravata, a olhei por um longo tempo, não sei dizer se foram horas e também não sei por que, mas parece que eu queria conseguir saciar a minha vontade de olhar para ela.
"Você negará a verdade e acreditará numa mentira
Haverá tempos que você acreditará
Que realmente pode voar
Mas suas noites solitárias, apenas começaram
Quando você amar alguém"

Depois que os meus olhos estavam fartos de olhá-la, foi a vez das minhas mãos implorarem para tocá-la, mas eu me recusei a isso, sabia que se eu a tocasse depois viria a vontade de sentir seu perfume e depois de...de beijá-la e isso não ia acontecer! 
Muito bem Nick, esta na sua hora, é melhor ir dormir, é a melhor coisa que você pode fazer agora!
"Você sentirá isto bem fundo
E nada mais poderá mudar seu pensamento
Quando você quer alguém
Quando você precisar de alguém
Quando você amar alguém..."

Até tentei ir para o meu quarto, mas aquela garota tinha algum tipo de imã que me atraia pra ela, que me chamava e não me deixava sair dali. Amaldiçoei a mim mesmo milhares de vezes por ser tão fraco mas não pude resistir, me aproximei do sofá onde ela estava e me agachei ficando bem próximo dela, seu cheiro doce exalava me fazendo ter vontade de tomá-la em meus braços, como eu queria fazer mil coisas com ela...
Os lábios rosados e chamativos eram a maior das tentações, o que ela diria se eu lhe roubasse um beijo? Nesse momento essa era a menor das minhas preocupações.
"Quando você amar alguém, você se sacrificará
Você daria tudo isto que você adquiriu
E você não pensará duas vezes
Você arriscaria tudo não importa o que pode vir
Quando você amar alguém
Você atirará na lua e apagará o sol
          Quando você amar alguém"
Me aproximei da Miley aos poucos, como eu tinha sentido falta dessa sensação que só a expectativa de beijá-la me causa, minha mente ainda questionava se eu estava fazendo o certo mas não me permiti parar, eu queria aquilo! Porem quando nossas bocas estavam a milímetros uma da outra o celular da Miley começou a chamar e eu me afastei dela bruscamente, assim como também ela acordou e pareceu bem surpresa por ver o quão próximo eu estava.

– Nick?? O que...O que você esta fazendo?! – Perguntou sonolenta.

– Eu, er... eu ia te chamar, você tava ai jogada, dormindo no sofá! – Tentei disfarçar.

– Ah ta... – Ela pareceu desconfiada e o celular continuava a tocar insistentemente – Meu celular, deve ser o Liam! – Ela pegou o celular estabanada e saiu correndo pelas escadas, acho que para atender no quarto.
Foi a minha vez de me jogar no sofá, passei a mão pelo meus cabelos ainda pensando no que eu ia fazer... Essa foi por pouco, Eu ainda nem acredito, eu só podia estar fora de mim, era isso, dizem que todo mundo tem um minuto de loucura na vida e esse definitivamente foi o meu, beijar a Miley Cyrus, mas que diabos eu tenho na cabeça?!
O pior era saber que ela ainda mexia comigo desse jeito, eu precisava me manter o mais longe possível da Miley, preciso lembrar que eu a odeio, Eu odeio a Miley Cyrus!
(...)

N/A:  Voce pode ouvir a musica desse capitulo nesse endereçohttp://www.youtube.com/watch?v=7F82hb_vYgU
Gente eu tenho um carinho muito especial por esse capitulo, ele mostra muito do jeito inseguro e confuso do Nick. *--*
então, estao gostando? Por favor deixem seus comentarios, isso incentiva muito!

11 comentários:

  1. Eu estou amando , ta perfeito *---*
    Posta looooogo!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo comentario!
      Fico muito feliz por vc estar gostando!
      BJO

      Excluir
  2. Awn, muito fofo mesmo esse capítulo *-*
    Posta logo, por favor, eu amo essa fic..
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que está gostando!
      Fico muito feliz =D
      Bjo

      Excluir
  3. heyhey!
    own, amei a aparição da Tay aih!....... porem concordo com o Nick sobre o Taylor, tipo, WTH?
    Mas em fim, foi exatamente como disse! Adorei me sentir tao proxima assim do personagem do Nick! E fiquei ,muito feliz quando o ele resolveu encarar (mesmo que tenha durado poucos minutos) de que ainda gosta da My!
    nao sei se ja comentei alguma vez, mas tambem considero muuito a personagem da Dem! ja do inicio, morro de rir com os ataques de nervos dela, mas tadinha, temos que dar um tempo para ela poxa, eh noiva! ( se bem que, com um noivo daqueles, qualquer coisa tava otimo! hahah)

    Agora, A CENA DO CANGURU AUSTRALIANO, foi a melhooor!
    Querida, eu tive um ataque de risos daqueles que tem que buscar oxigenio pela casa! foi um escandalo!
    Aiai... tenho uma queda enooooorme por aquele canguru, oxi! *.*

    xoxo

    Estou amando seguir essa fic! Obrigada por responder os outros coments!
    Esperarei o proximo cap que nem doida!
    -T.

    P.S: poderia divulgar Heart Of Revenge? Mas apenas se não for atrapalhar as coisas aí! Agradeço pelo apoio!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu estou in love com esse comentario, eu amo comentarios grandes sabe...Bom vamos em partes, o Nick é o personagem principal dessa fic entao os pensamentos dele sempre vao aparecer bem mais detalhadamente, mas os da Miles tambem vao ser mais demonstrados mais pra frente! E a Dems é uma fofa nessa fic, ela ta meio super desesperada com o casamento entao ela está com os nervos a flor da pele o que garante muitas risadas!
      E canguru australiano foi como eu apelidei o Liam "carinhosamente" desde a época de the last song e eu emprestei o apelidinho pro Nick ;D Eu tambem acho o Liam beeem gato mas a minha queda, ops, abismo é pelo Nick Jonas mesmo!
      UM BEIJAO BEM GRANDAO!!

      Excluir
  4. Adorei! Amy, realmente muito bom. Eu já tinha me esquecido do começo, kkkkk.
    Enfim, posta logo!
    XOXO
    Liv
    Ps: Tem como você me passar seu e-mail? Preciso de ajuda numa cena e acho que você pode me ajudar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O meu e-mail novo é amyjonas7@gmail.com, se estiver ao meu alcance eu gostaria muito de ajudar Liv! =D

      Excluir
  5. Respostas
    1. NAO, de jeito nenhum, é apenas o nome da fic. No caso quem a odeia é o Nick...
      Eu sou uma grande fã dela!

      Excluir
  6. "Eu só quero ver agora o Canguru australiano que ela chama de namorado vir la da Austrália dar uma carona pra ela!" hahaha, genial!

    ResponderExcluir